Futebol

Manchester City tenta brecar investigação da Premier League

Liga investiga as finanças do clube com suspeitas de que tenha disfarçado o investimento do proprietário como renda de patrocínio

4 maio, 2021

O Manchester City se dirigiu à corte para tentar brecar uma investigação que a Premier League abriu em 2019 por uma suposta violação do fair play financeiro. O caso é conduzido pela Uefa e terminou com uma sanção posteriormente anulada pela Corte de Arbitragem para o Esporte (CAS).

No caso da Premier League, ela investiga as finanças dos Citizens com suspeitas de que o clube tenha disfarçado o investimento do proprietário Sheikh Mansour como renda de patrocínio. O fato surgiu após publicação do alemão Der Spiegel no vazamento de documentos via Football Leaks.

Em sua defesa, o clube alega que não infringiu nenhum regulamento e denunciou os documentos roubados pelo Football Leaks como “materiais fora do contexto” que foram publicados como parte de uma “tentativa organizada e clara de prejudicar a reputação do clube”.

Neste momento, o New York Times destaca que o City foi ao tribunal para se defender contra uma investigação na qual argumentam que “o clube não terá uma audiência justa”, de acordo com documentos dos advogados do clube inglês.

A violação das regras financeiras da liga inglesa poderia resultar em uma dedução de pontos e penalidades financeiras significativas para o Manchester City.