Futebol

Superliga Chinesa fecha acordo de transmissão com a Mediapro

Uma das frentes será a criação de uma plataforma de streaming over-the-top

4 maio, 2021

A Associação Chinesa de Futebol (CFA) fechou com a Mediapro para aumentar a exposição de sua liga de futebol para as temporadas 2021, 2022 e 2023. Há a possibilidade de prorrogar o acordo por mais dois anos.

Uma das frentes será a criação de uma plataforma de streaming over-the-top (OTT) para levar a Superliga Chinesa (CSL) aos torcedores de todo o mundo, com o objetivo de se tornar a nova casa do futebol chinês. O acordo global de direitos também inclui a Liga Um e a Liga Dois, a segunda e terceira divisões do país, respectivamente.

“Estamos muito orgulhosos da confiança que a Associação Chinesa de Futebol depositou em nós. A experiência do grupo na gestão dos direitos esportivos será fundamental para aumentar o valor de suas competições”, disse Jaume Roures, sócio fundador do Grupo Mediapro.

A agência China Sports Media (CSM) tinha anteriormente os direitos globais da CSL em um contrato que vigorou de 2016 a 2025, mas havia sublicenciado os direitos internacionais à agência IMG em um acordo que abrangia 2018 a 2020. Após o colapso de seu acordo central de direitos domésticos da CSL com a plataforma de streaming PP Sports, a CSM desistiu do contrato global.