Patrocínio

Neoenergia fecha mega-acordo para o futebol feminino no Brasil

Trata-se do primeiro patrocínio exclusivo para as seleções brasileiras femininas em toda a história da modalidade no país

Neoenergia fecha mega-acordo para o futebol feminino no Brasil

01 de junho de 2021

2 minutos de Leitura

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou o primeiro patrocínio exclusivo para as seleções brasileiras femininas em toda a história da modalidade no país. O acordo com a Neoenergia, holding do grupo espanhol Iberdrola e maior grupo privado do setor elétrico brasileiro em número de clientes, engloba também os naming rights da Série A1 do Brasileirão Feminino (Brasileirão Feminino Neoenergia).

A marca da Neoenergia estampará o espaço das costas da camisa de treino das seleções femininas de futebol nacional, assim como os backdrops em entrevistas coletivas. O acordo será válido pelos próximos quatro anos.

Os anúncios foram feitos pelo presidente da CBF, Rogério Caboclo, que destacou que a empresa ainda ajudará na adoção de práticas mais sustentáveis na utilização da energia na Granja Comary, em Teresópolis. O evento virtual contou também com a presença do CEO da Neoenergia, o chileno Mario Ruiz-Tagle; a técnica da seleção brasileira feminina, a sueca Pia Sundhage; e a coordenadora de competições femininas da CBF, Aline Pellegrino.

“A Neoenergia inicia uma parceria pioneira com a CBF. Nosso intuito é promover oportunidades reais para que mais e mais mulheres trilhem um caminho de sucesso na sua vida com o futebol. A seleção já conquistou sete vezes a Copa América, foi vice-campeã mundial e medalha de prata em Atenas e Pequim. Falta um pouquinho de energia para ser campeã mundial. Isso é o que nós estamos trazendo agora”, disse Mario Ruiz-Tagle.

Compartilhe