Indústria

Receita da Nike bate US$ 12.2 bilhões no primeiro trimestre do ano fiscal

A gigante americana, que tem seu ano fiscal de maio a maio, lucrou US$ 1,87 bilhão no período

Receita da Nike bate US$ 12.2 bilhões no primeiro trimestre do ano fiscal

28 de setembro de 2021

1 minutos de Leitura

A Nike apresentou relevantes resultados no primeiro trimestre fiscal de 2022, que compreende junho, julho e agosto de 2021. A gigante americana, que tem seu ano fiscal de maio a maio, lucrou US$ 1.87 bilhão no período, incremento de 23% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

A receita da companhia cresceu 16% no comparativo trimestral, batendo a marca de US$ 12,25 bilhões. O resultado foi impulsionado pelo crescimento do canal de vendas diretas ao consumidor Nike Direct. Essas vendas diretas aumentaram 28% (US$ 4.7 bilhões), enquanto as lojas físicas próprias cresceram 24% e atingiram o patamar pré-pandemia.

As vendas da marca somaram US$ 11,6 bilhões, crescimento de 12%, impulsionadas pela expansão na América do Norte, América Latina e pela região que compreende a Europa, Oriente Médio e África.

As despesas, no entanto, também aumentaram. Entre gastos administrativos e de vendas, foram US$ 3,6 bilhões (alta de 20%), enquanto as despesas gerais cresceram 15% (US$ 2,7 bilhões). A Nike destacou que o resultado reflete um aumento de despesas relacionadas a salários, investimentos em tecnologia e custos variáveis da venda direta ao consumidor.

Compartilhe