Patrocínio

CBTM e Hand Dry fecham acordo de patrocínio para o tênis de mesa brasileiro

Atletas poderão experimentar o produto que repele o suor e a umidade das mãos, feito com tecnologia brasileira e preços acessíveis

CBTM e Hand Dry fecham acordo de patrocínio para o tênis de mesa brasileiro

21 de outubro de 2021

2 minutos de Leitura

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa e a Hand Dry, startup brasileira que atua na produção de um gel específico para atletas no combate ao suor, estabeleceram contrato de patrocínio. O objetivo da empresa é entrar no mercado de tênis de mesa e se apresentar como melhor solução para os praticantes, valores que estão ligados à Confederação, que busca cada vez mais oferecer produtos que possam gerar bem-estar e ganhos técnicos aos praticantes da modalidade.

Pelo contrato, a Hand Dry se responsabilizará por incluir amostras do produto no kit entregue aos atletas nas etapas TMB Platinum, colocando o público com experiência imediata do produto. Além das amostras nos kits, a Hand Dry planejou, ainda, ativar o próximo TMB Platinum – Campeonato Brasileiro, em Joinville, com ações que demonstrem, novamente, toda a qualidade do produto.

O acordo também prevê, durante o período, espaços de mídia em eventos e canais proprietários, e um quadro exclusivo no Instagram da CBTM.

“A parceria com a Hand Dry é uma oportunidade para a CBTM melhorar a experiência do praticante em sua jornada no tênis de mesa e fortalecer ainda mais a cadeia produtiva nacional”, disse João Gabriel Leite, gerente de desenvolvimento da entidade.

A Hand Dry é uma startup brasileira de Ribeirão Preto se propõe a resolver o problema do suor com um gel que repele o suor e a umidade das mãos apenas 30 segundos após aplicação e mantém a mão do atleta seca por várias horas. A tecnologia utilizada é brasileira, com qualidade superior e preço abaixo do importado.

“O produto já é consumido por muitos atletas de ponta e queremos, nesse momento, nos apresentar para toda a comunidade do tênis de mesa como um produto nacional, acessível e de qualidade”, acrescentou Matheus Paschoal, sócio da startup.

“Nos conectar a startups nacionais e inovadoras é uma forma de reforçar nosso posicionamento e de entregar resultados expressivos, contribuindo também com o crescimento delas”, finalizou Geraldo Campestrini, diretor da CBTM.

Compartilhe