Indústria

F1 negocia para ter uma terceira prova nos Estados Unidos

Governador de Nevada confirmou conversas com a Liberty Media para se juntar ao Texas e Miami no calendário da categoria

F1 negocia para ter uma terceira prova nos Estados Unidos

25 de outubro de 2021

2 minutos de Leitura

O aumento do interesse dos americanos pela Fórmula 1 pode ampliar sua presença no país. A categoria já está conversando com o governador de Nevada, Steve Sisolak, para avaliar a possibilidade. O mercado americano tem sido um dos alvos da F1 após a aquisição da gigante da mídia Liberty Media em 2017.

No final de semana, a prova realizada no Circuito das Américas (COTA), em Austin, no Texas, registrou 400 mil pessoas durante todo o fim de semana, contra 351 mil em 2019. Por conta da pandemia, 2020 não recebeu a etapa.

Em 2022, uma segunda corrida nos EUA acontecerá em Miami, Flórida. Os pilotos correrão ao redor do Hard Rock Stadium, casa do Miami Dolphins, da NFL. Agora, Sisolak revelou que uma terceira corrida em Nevada pode ser adicionada para a temporada de 2023.

“Tive a oportunidade de me encontrar recentemente com os líderes da Fórmula 1 e apreciei seu tempo neste tema. Eu já disse isso e direi novamente: estamos nos tornando o entretenimento, assim como a capital dos esportes”, disse Sisolak ao portal GrandPrix.com.

Além de todo este movimento de bastidores, o Circuito das Américas, que recebe o Grande Prêmio dos Estados Unidos desde 2012, está em negociação com a Liberty para seguir no calendário da F1.

Compartilhe