Indústria

Lovemarks no mercado esportivo: como transformar marcas em paixões?

Conectar o consumidor com uma marca a ponto dele só comprar aqueles produtos, defendê-la publicamente, tatuar seus corpos ou ainda manter seu estilo de vida […]

Lovemarks no mercado esportivo: como transformar marcas em paixões?

21 de outubro de 2021

2 minutos de Leitura

Conectar o consumidor com uma marca a ponto dele só comprar aqueles produtos, defendê-la publicamente, tatuar seus corpos ou ainda manter seu estilo de vida conforme a marca trabalha:

Sem dúvidas, esse é um processo que precisa ser trabalhado de forma estratégica,  trazendo o público-alvo sempre como protagonista. 

A relação do consumidor com sua marca preferida vai muito além do produto. Envolve fidelidade, amor e interesses em comum. 

Mas como as marcas conseguem chegar neste nível? Nike, Adidas, Puma são marcas tão grandes a ponto de não serem uma referência para clubes, marcas de menor porte e atletas?

De forma alguma. Não importa o tamanho do negócio, não importa se falamos de um atleta ou de um clube. Saber trabalhar o marketing de forma estratégica para que a marca seja amada é um desafio possível. 

Em nossa Formação MKT Esportivo Experience discutimos sobre Lovemarks, o consumidor fã e a construção desse processo de relacionamento entre as duas partes. 

Esse é somente um dos diversos conteúdos, distribuídos em 7 módulos + novas aulas disponibilizadas todos os meses que a Formação oferece.

→ Clique aqui e veja todos os detalhes

Se você quer saber mais sobre esse assunto e sobre todo o universo dos negócios e marketing, conheça nossa Formação e veja como conquistar o seu próximo nível no mercado esportivo.

Compartilhe