Tecnologia

Medalhistas olímpicos de Tóquio viram NFTs em inciativa da Play9

Cards já estão disponíveis na 9Block, plataforma para a venda de NFTs criada pela agência

6 out, 2021

Destaques dos Jogos Olímpicos de Tóquio, Isaquias Queiroz (canoagem), Mayra Aguiar (judô), Beatriz Ferreira (boxe), a dupla Martine Grael e Kahena Kunze (vela), Rebecca Andrade (ginástica), Bruno Fratus (natação), Ana Marcela (maratona aquática), Kelvin Hoefler (skate) e Fernando Scheffer (natação) terão seus próprios NFTs.

Os cards digitais dos esportistas foram criados por artistas famosos de histórias em quadrinhos e já estão disponíveis na 9Block, plataforma de NFTs criada pela Play9, agência de Felipe Neto e do empresário João Pedro Paes Leme.

Entre os artistas está Mike Deodato, responsável pelos traços de super-heróis como Hulk, Thor e Homem-Aranha. Luke Ross, de Star Wars e da Liga da Justiça, também participa do projeto com algumas das NFTs.

Em breve, a iniciativa da 9Block trará também NFTs de medalhistas paralímpicos. Criada em junho de 2021, a 9Block é a primeira plataforma 100% brasileira de NFTs baseada na tecnologia de blockchain Hathor. Com o objetivo de democratizar a criação e comercialização de artes digitais, ela se diferencia das demais pela simplicidade e baixo custo de uso.

Baseada na blockchain brasileira Hathor, a plataforma não cobra taxas de cunhagem ou de transferência de ativos digitais. A primeira inciativa foi a “Coleção Felipe Neto”, com 250 NFTs de artes digitais criadas pelo próprio influencenciador.