Atletas

De olho em investimentos, Alfa Romeo terá o primeiro piloto chinês da história da F1

Guanyu Zhou assumirá o lugar do italiano Antonio Giovinazzi na temporada 2022 da categoria

16 nov, 2021

A Alfa Romeo confirmou que Guanyu Zhou substituirá Antonio Giovinazzi para a temporada 2022 da Fórmula 1. O chinês de 22 anos é piloto de testes da Alpine e atualmente disputa a Fórmula 2 pelo terceiro ano na equipe UNI-Virtuosi. Ele já havia assumido o carro de Fernando Alonso no início deste ano durante um período de testes.

No próximo ano, ele terá como companheiro Valtteri Bottas, atual piloto da Mercedes e que assume o lugar do compatriota Kimi Raikkonen, que irá se aposentar.

Há uma forte especulação, e que segue uma tendência dentro da categoria, de que Zhou trará investimentos substanciais de empresas chinesas para a escuderia. O jornal Blick destaca que essa “ajuda” pode chegar a US$ 30 milhões.

Em setembro, ao ser indagado sobre a possibilidade de contratar o chinês de olho no dinheiro vindo da Ásia, o chefe da equipe Alfa Romeo, Frédéric Vasseur, tratou de afirmar que “os números são mera especulação” e que sua decisão não depende do lado financeiro.

“O mais importante para mim é o desempenho da equipe. O meu trabalho está focado nisso. Com certeza, em um estágio você precisa considerar o orçamento e isso é verdade para todas as equipes. Mas estaria mentindo se disser que vou considerar este aspecto ou mesmo a nacionalidade para tomar uma decisão”, disse Vasseur.