Streaming

ESPN perde 8 milhões de assinantes na TV a cabo nos EUA em um ano

Por outro lado, serviços como ESPN+, Disney+ e Hulu avançam no território americano

30 nov, 2021

Com o avanço cada vez maior das plataformas de streaming, o mercado de TV a cabo ligou um alerta. E não é de hoje. Nesta semana, a Disney apresentou o seu relatório anual de assinantes da ESPN nos Estados Unidos com um dado alarmante: uma perda de 8 milhões de assinantes no país (ou 9.5% da base). Aumentando o período para a última década, uma queda de 25%.

Para a Disney, o mais preocupante é a ESPN ser um dos canais de TV por assinatura mais tradicionais do território americano. Ciente que pode ser um caminho sem volta, desde 2018, o conglomerado trabalha forte em seus serviços de streaming, como o ESPN+, Disney+ e Hulu. O trio obteve um aumento de 14% em sua base de assinantes em relação ao relatório do ano anterior.

Para o próximo ano, a Disney deve fazer um investimento de US$ 33 bilhões em direitos de transmissões esportivas e na produção de conteúdo. Aproximadamente US$ 8 bilhões a mais do que foi investido em 2021.