Futebol

Paris Saint-Germain vai ampliar gama de produtos licenciados no Brasil

Em acordo intermediado pela Samba Digital, clube francês uniu forças com a Destra e a Fanatics

Paris Saint-Germain vai ampliar gama de produtos licenciados no Brasil

04 de novembro de 2021

3 minutos de Leitura

O Paris Saint-Germain uniu forças com a Destra e a Fanatics para ampliar sua presença no mercado brasileiro por meio de um aumento dos seus produtos oficiais no Brasil. O negócio foi intermediado pela Samba Digital.

Sobre a participação de cada uma das partes envolvidas, vale uma contextualização. A Fanatics detém o direito de licenciamento global do PSG, enquanto a Destra é uma plataforma de LaaS (Licenciamento como Serviço) para marcas e empresas que atuam no mercado de licenciamento de marcas tendo como clientes com os principais clubes do Brasil. Por fim, a Samba Digital é uma agência de marketing digital norte-americana especializada em internacionalização de marcas e que tem o PSG como cliente e que conta com forte atuação no mercado brasileiro.

Com o acordo, a Destra se torna a empresa responsável pela prospecção de licenciamento de negócios de licenciamento da marca do Paris Saint-Germain no Brasil e um dos principais fatores – além do profundo expertise a respeito do mercado de consumo brasileiro – é o Destra Conecta, uma ferramenta que atua como um Marketplace B2B que permite com que a empresas que produzem produtos com potencial de serem licenciados se conectem diretamente com o clube para oferecer propostas de licenciamento e, como consequência disso, concretizar novos negócios.

“Estamos muito felizes em trabalhar com a Destra para desenvolver nossos negócios no Brasil. A equipe da Destra tem todas as melhores qualidades para uma parceria de marcas. Trata-se de uma empresa focada em resultados, confiável e com pessoas muito boas para desenvolver um ótimo trabalho”, disse Younes Layati, Diretor de Licenciamento da Fanatics, Inc.

“É motivo de orgulho para a Destra estar ao lado de marcas tão poderosas quanto a Fanatics, maior empresa de licenciamento do mundo, e do PSG, um dos clubes mais imponentes no cenário futebolístico. Nossas soluções vão permitir que o clube aumente o número de produtos licenciados no Brasil, gerar maior engajamento com seu público além de gerar novas receitas. Somos uma empresa de tecnologia que entende que o diferencial está nas pessoas e nas conexões que elas proporcionam. Foi assim com a Samba Digital, por exemplo, por onde costuramos esse excelente acordo”, acrescentou Bruno Koerich, CEO da Destra.

“As marcas quebraram barreiras geográficas e, com isso, o conhecimento local tornou-se indispensável para saber como é forma de consumo, seja ele de conteúdo, de produtos oficiais ou de qualquer outra forma de relacionamento. A missão da Samba Digital aqui é trabalhar para que nossos clientes tenham esse suporte quando se trata de internacionalização de marcas. Isso vai desde o insight para a produção de conteúdo respeitando os assuntos locais como, também, um amplo conhecimento do mercado para se poder gerar oportunidades comerciais como licenciamento de marcas e, consequentemente, a criação de parceiros locais estratégicos que se enquadrem em uma estratégia global. Me sinto feliz com a Samba Digital envolvida”, concluiu Frédéric Fausser, CEO da Samba Digital.

Para se ter noção da dimensão do mercado de licenciamentos no Brasil, de acordo com o “The 2020 Global Licensing Industry Study”, produzido pela Licensing International, o país é o 8º no ranking de vendas de produtos e serviços licenciados em 2019 com um total de US$ 5,29 bilhões.

Isso faz com que o nosso país seja um mercado atraente não somente pelo seu interesse pelo futebol como, também, pelos valores que a indústria de licenciamentos de produtos ligados ao esporte movimenta.

Compartilhe