BRB assume naming rights de estádio Mané Garrincha, em Brasília

Banco investirá R$ 7.5 milhões por 3 anos e quer receber duelos do Paulistão e Carioca

dezembro 22, 2021

O BRB acertou os naming rights do estádio Mané Garricha, em Brasília. O contrato é válido para 2022 a 2024 por um total de R$ 7,5 milhões. Com a novidade, o estádio passa a se chamar Arena BRB.

O BRB já havia adquirido os direitos de nomeação do ginásio Nilson Nelson para a disputa do NBB. O banco também tem parceria comercial com o Autódromo Nelson Piquet, em Brasília.

“O BRB sempre associou sua história à de Brasília e dos brasilienses. Em meio ao nosso processo de crescimento, o compromisso é reforçar essa identidade e ligação com as origens, trazendo retorno para a nossa cidade”, disse o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa.

Para 2022, os mandatários da Arena BRB esperam receber jogos do Paulistão ou do Carioca. O objetivo é dar ainda mais visibilidade ao banco. Com a reforma do gramado do Maracanã, a tendência é que um clássico do Rio seja levado para o estádio.

A partir de janeiro, o estadual local, chamado de Candangão, terá partidas na Arena. Além disso, a Supercopa do Brasil, marcada para 20 de fevereiro, também será no estádio. A CBF tem um acordo para que o evento seja na capital federal por cinco anos (até 2024).

Inaugurado em 1974, o Estádio Nacional Mané Garrincha tinha a capacidade de acomodar 45,2 mil pessoas. Após a reforma, de 2010 a 2013, iniciada para receber a Copa do Mundo de 2014, a capacidade foi ampliada para 72.788 pessoas, tornando o estádio o segundo maior do Brasil, atrás do Maracanã, no Rio de Janeiro, e um dos cinco maiores da América Latina.