Futebol

Com programas para futebol feminino e eSports, FIFA cria nova estrutura de parceria comercial

Objetivo é atrair novos parceiros e ampliar as possibilidades de ativação personalizadas

Com programas para futebol feminino e eSports, FIFA cria nova estrutura de parceria comercial

13 de dezembro de 2021

2 minutos de Leitura

A FIFA criará uma nova estrutura de parceria comercial com um objetivo muito claro: ampliar seu portfólio de parceiros e possibilidades de ativação. Ao todo, serão três pacotes diferentes: para o futebol masculino, feminino e eSports.

“À medida que trabalhamos para tornar o futebol verdadeiramente global, acessível e inclusivo, reconhecemos a necessidade de uma estrutura comercial ágil e personalizável que permita que marcas grandes e pequenas, globais e locais, se conectem com todos os aspectos do jogo. O novo modelo permitirá que nossos parceiros criem programação mais personalizada e ativações de marketing que se alinhem diretamente com seus objetivos estratégicos de negócios e os conectem aos fãs mais apaixonados do mundo, no esporte mais envolvente do mundo”, disse Kay Madati, diretor comercial da FIFA.

Vale lembrar que em 2018 a entidade lançou um projeto em sinergia com o seu compromisso de tornar o futebol feminino mais equitativo e acessível para mulheres e meninas.

“Este é um momento inovador para maximizar o crescimento do futebol feminino e seu apelo de marketing, à medida que criamos modelos comerciais iguais no feminino e no masculino pela primeira vez. Estamos entusiasmadas com as oportunidades para marcas que desejem apoiar o esporte feminino e ajudar a acelerar a igualdade de gênero”, acrescentou Sarai Bareman, diretora de futebol feminino da FIFA.

Por fim, para os eSports, a entidade lançou a FIFAe, sua marca própria que será responsável por comercializar suas iniciativas na modalidade.

De uma maneira geral, haverá um modelo mais flexível em cada frente com diferentes direitos de propriedade, divididos entre sócios (top de linha), patrocinador e apoiador. No mais premium, a marca terá direito a ativações em todas as competições oficiais de seleções (masculino, feminino ou FIFAe). Na categoria sócios, que envolve as Copa do Mundo masculina, do futebol feminino ou FIFAe, os patrocinadores terão direito a todos os torneios da entidade no segmento. Já os patrocinadores ficarão com as propriedades das principais competições.

Por fim, os apoiadores terão direitos comerciais apenas para aquela competição que apoiam, que pode ser a Copa do Mundo ou Mundiais Sub-20 e Sub-17.

Compartilhe