Patrocínio

Golden State Warriors fecha contrato de US$ 10 milhões com plataforma de criptomoedas

A FTX será a criptomoeda oficial e mercado de token não fungível (NFT) dos Warriors

Golden State Warriors fecha contrato de US$ 10 milhões com plataforma de criptomoedas

16 de dezembro de 2021

2 minutos de Leitura

O Golden State Warriors fechou uma parceria com a plataforma de criptomoedas FTX. Por US$ 10 milhões por ano, a FTX será a criptomoeda oficial e mercado de token não fungível (NFT) dos Warriors. Nos EUA, a empresa já confirmou presença no próximo Super Bowl.

“A criptomoeda tem uma comunidade mundial bem estabelecida e continuará a ser uma parte importante das indústrias de esportes, mídia e entretenimento. Em nossas conversas com a FTX, percebemos rapidamente nosso desejo conjunto de inovar em torno da integração e adoção de criptomoedas, incluindo o papel que os NFTs desempenham no envolvimento global dos fãs”, comentou Brandon Schneider, presidente e diretor de operações dos Warriors.

“Por meio de nossa parceria com Stephen Curry, fomos apresentados aos Warriors e estamos entusiasmados com a parceria com uma franquia que se alinha com nossos valores essenciais”, acrescentou Brett Harrison, presidente da FTX nos Estados Unidos.

No início deste ano, os Warriors foram pioneiros entre os times americanos a lançar seus próprios NFTs, com a série Legacy NFT comemorando os títulos da equipe na NBA. A equipe ainda tem o recorde de venda do NFT esportivo mais caro de todos os tempos, com o World Championship Ring vendido por US $ 871.519.

Os Warriors e a FTX doaram três bitcoins para três ONGs de educação da área da baía de São Francisco, na Califórnia, sede do time. Cada um equivale a R$ 277.469,70.

“A plataforma FTX US NFT irá proporcionar um local seguro para os torcedores estrangeiros dos Warriors acessarem itens colecionáveis ​​exclusivos da franquia. Trabalhar com os Warriors irá aumentar nossa capacidade de criar uma mudança positiva, não apenas nacionalmente, mas internacionalmente, com uma das mais prestigiadas franquias de esportes profissionais do mundo ”, finalizou Harrison.

Compartilhe