Mercado de NFTs deve movimentar US$ 2 bilhões na indústria do esporte em 2022

Para a Deloitte, de quatro a cinco milhões de fãs de esportes em todo o mundo terão comprado ou recebido um colecionável de esportes

dezembro 2, 2021

Se em 2021 eles avançaram de maneira imparável, os NFTs prometem ganhar ainda mais espaço. De acordo com um levantamento feito pela Deloitte, serão US$ 2 bilhões em transações no próximo ano envolvendo tokens não-fungíveis.

A empresa prevê que até o final do próximo ano, de quatro a cinco milhões de fãs de esportes em todo o mundo terão comprado ou recebido um colecionável de esportes.

De acordo com o estudo, a aplicação mais comum e lucrativa dos NFTs na indústria esportiva provavelmente será a venda de videoclipes de edição limitada de momentos esportivos ou cards de jogador. O valor de cada um dependerá do destaque do atleta, da importância do evento, demanda ou de qualquer conteúdo adicional incluído no NFT.

Dentro deste mercado, a maior plataforma NFT do futebol, a Sorare, gerou US $ 128 milhões em vendas até setembro. No Brasil, a companhia está com Atlético Mineiro, Ceará e Corinthians.

Por fim, a Deloitte destaca que os jogadores em 2022 provavelmente gastarão dezenas de bilhões de dólares em moedas virtuais para aquisição de produtos e recursos relacionados a jogos que só existem virtualmente.