Patrocínio

NBA libera negociação de publicidade em uniformes de treinamento

Medida foi autorizada por proprietários das equipes e entrará em vigor em 2022

NBA libera negociação de publicidade em uniformes de treinamento

28 de dezembro de 2021

2 minutos de Leitura

A NBA aprovou a entrada de publicidade nos uniformes de treinamento dos times. O assunto já é debatido pelo MKTEsportivo desde setembro do ano passado, mas agora a liberação partiu após reunião dos proprietários de equipes da liga.

Os uniformes de treinamento também incluem a camisa de aquecimento e as jaquetas usadas pelos jogadores no banco de reservas. Todos os contratos precisam ser aprovados pela direção da liga e começam a vigorar para 2022. Os logos devem estar na manga direita ou no peito esquerdo. As dimensões são um pouco menores às do patrocinador da camisa de jogo.

Vale lembrar que a NBA liberou a entrada de marcas nos uniformes de jogo em 2017 e foi renovado no início deste ano após gerar bom impacto nas receitas das franquias. Equipes como New York Knicks, Brooklyn Nets, Los Angeles Lakers, Los Angeles Clippers e Golden State Warriors, fecharam contratos de cerca de US$ 20 milhões, muito em função das regiões que as franquias estão. Atualmente, apenas Memphis Grizzlies e Washington Wizards não tem patrocínios de camisa.

O movimento de ampliar a entrega aos patrocinadores por parte das equipes iniciou no ano passado. A Major League Baseball (MLB), por exemplo, está em um processo avançado para permitir a presença de patrocinadores nas camisas de jogo das franquias nas temporadas de 2020 e 2021. Já a Major League Soccer, autorizou que as equipes negociem espaço no calção como forma de compensar as perdas financeiras causadas pela pandemia do coronavírus. Já a NHL liberou a exposição nos capacetes e uniformes.

No futebol, a iniciativa é antiga. Equipes como Manchester United, Liverpool, Chelsea, Barcelona e Atlético de Madrid têm acordos separados para kits de jogo e treino.

Compartilhe