Indústria

Investidor minoritário do Golden State Warriors polemiza ao abordar sobre uigures

Chamath Palihapitiya participou de um podcast e forçou o time a se posicionar sobre sua declarações

Investidor minoritário do Golden State Warriors polemiza ao abordar sobre uigures

18 de janeiro de 2022

2 minutos de Leitura

Chamath Palihapitiya, proprietário minoritário do Golden State Warriors da NBA, está no centro de uma polêmica após diversas declarações infelizes ao participar de um podcast. Palihapitiya abordou sobre os uigures, muçulmanos que habitam predominantemente a região autônoma de Xinjiang, no noroeste da China, que faz fronteira com o Paquistão e o Afeganistão.

“Ninguém se importa com o que está acontecendo com os uigures, ok? Você fala sobre isso porque você se importa e eu acho que é bom que você se importe. O resto de nós não se importa. Só estou lhe dizendo uma verdade muito dura e feia. De todas as coisas com as quais me importo, sim, está abaixo da minha prioridade”, disse Palihapitiya.

Vale lembrar que a NBA tem sofrido críticas constantes por seus negócios na China, que o governo Biden sancionou por seu abuso da minoria étnica uigur. As sanções impostas em dezembro seguiram relatos de repressão e abusos dos direitos humanos pela China contra os uigures.

Em 2019, um tweet do então gerente geral do Houston Rockets, Daryl Morey, apoiando os manifestantes pró-democracia em Hong Kong, fez com que toda a liga fosse boicotada pela emissora nacional CCTV. Somente depois de um ano a China permitiu novamente os jogos da liga na TV estatal. A CNBC analisou que em 2021 a operação da NBA na China movimentou ao menos US$ 5 bilhões, incluindo um acordo de direitos de mídia de US$ 1.5 bilhão com a empresa de tecnologia chinesa Tencent.

“Acho que os direitos humanos nos Estados Unidos são muito mais importantes para mim do que os direitos humanos em qualquer outro lugar do mundo. E acho que temos um histórico péssimo de cuidar de homens e mulheres de cor neste país, e por isso não tenho paciência e tolerância para homens brancos tagarelando sobre coisas que acontecem fora do seu próprio quintal”, acrescentou Palihapitiya.

Diante da polêmica, o Golden State Warriors se posicinou de maneira oficial. A equipe buscou se distanciar dos comentários do seu investidor.

“Como um investidor minoritário que não tem funções operacionais diárias com os Warriors, o Sr. Palihapitiya não fala em nome de nossa franquia, e suas opiniões certamente não refletem as de nossa organização”, disse a equipe.

Compartilhe