Tecnologia

Moeda virtual será opção de pagamento em Vila Olímpica e arenas de Pequim 2022

Aplicativo de celular e pulseiras terão yuan digital para transações comerciais nas arenas e Vila Olímpica

Moeda virtual será opção de pagamento em Vila Olímpica e arenas de Pequim 2022

13 de janeiro de 2022

2 minutos de Leitura

O yuan digital, moeda do Banco Central da China, valerá como forma de pagamento para atletas e treinadores hospedados em Pequim durante os Jogos Olímpicos de Inverno, que iniciam no próximo dia 4 de fevereiro. As arenas também aceitarão a moeda digital para os torcedores no período do evento. O yuan digital é uma forma eletrônica da moeda destinada a substituir o papel-moeda.

O Banco Central da China trabalha no yuan digital desde 2014 e, recentemente, lançou uma versão piloto de um aplicativo para o uso da moeda em dez cidades chinesas. Em Pequim, atletas e treinadores receberão pulseiras que podem ser digitalizadas para o pagamento em cafés e lojas de conveniência na Vila Olímpica. Cartões Visa também serão aceitos na Vila Olímpica.

Em novembro, o PBOC da China afirmou que 140 milhões de pessoas se registraram para contas de yuan digital. O WeChat Pay, da Tencent, e o Alipay, da Alibaba, dois aplicativos de pagamento móvel da China, atualizaram recentemente suas plataformas para disponibilizar pagamentos digitais em yuan.

As Olimpíadas de Pequim iria testar a yuan digital para estrangeiros. No entanto, a pandemia, e a impossibilidade de receber torcedores estrangeiros nos Jogos, inviabilizaram ampliar o alcance da iniciativa.

Compartilhe