Atletas

Após KPMG, Amstel também encerra acordo com golfista Phil Mickelson

Golfista americano fez comentários ofensivos sobre Arábia Saudita

Após KPMG, Amstel também encerra acordo com golfista Phil Mickelson

24 de fevereiro de 2022

1 minutos de Leitura

A polêmica entrevista de Phil Mickelson, um dos maiores golfistas de todos os tempos, fez mais um patrocinador deixá-lo. Após a KPMG encerrar um patrocínio de 14 anos, agora foi a vez da Amstel romper a relação iniciada em 2020.

Na entrevista, abordando sobre os saudistas, Mickelson afirmou “que eles mataram [o colunista do Washington Post Jamal] Khashoggi e têm um histórico horrível em direitos humanos. Eles executam pessoas lá por serem gays. Sabendo de tudo isso, por que eu consideraria isso? Porque esta é uma oportunidade única na vida de reformular a forma como o PGA Tour opera”.

Ele ainda se referiu aos sauditas, que querem uma liga separatista de golfe que seria financiada por eles, como “mães assustadoras” e que “valeria a pena ir para a cama com os sauditas, apesar de seu histórico de abusos dos direitos humanos, se isso significar uma chance de mudar o PGA Tour”.

Agora, o golfista se diz “profundamente arrependido” e que determinados comentários foram feitos por ele “em off”.

Por enquanto, Mickelson segue sendo patrocinado por Workday, Callaway, Rolex, Mizzen + Main, Intrepid Financial Partners, VistaJet e Melin.

Compartilhe