Indústria

COI projeta arenas com 30% da capacidade para Jogos de Inverno 2022

Evento em Pequim não terá presença de torcedores estrangeiros

COI projeta arenas com 30% da capacidade para Jogos de Inverno 2022

01 de fevereiro de 2022

2 minutos de Leitura

O Comitê Olímpico Internacional espera que os estádios que receberão as competições dos Jogos de Inverno de Pequim 2022 possam trabalhar com 30% da capacidade total. O número foi anunciado por Christophe Dubi, diretor executivo dos Jogos Olímpicos do comitê.

O COI havia anunciado que os ingressos para os Jogos seriam colocados à venda apenas para moradores da China continental que atendessem aos requisitos de medidas de contenção da pandemia. Em dezembro, tudo mudou e, agora, será lançado um programa que irá convidar torcedores.

“Em termos de capacidade ainda não definimos, porque isso tem que ser ajustado em cada local, mas eu diria que se tivermos uma pessoa em cada três [vagas disponíveis] ou em duas, isso já seria um bom resultado. Também pode depender se o evento é ao ar livre ou em arena fechada. Mas o melhor é que teremos público”, disse Dubi.

Vale lembrar que os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2020 aconteceram em Tóquio sem a presença de público.

Na transmissão para o Brasil, o MKTEsportivo adiantou que a Globo ficará nos esportes radicais. Com início marcado para o dia 4 de fevereiro, a emissora levará para o público modalidades como patinação artística, esqui e snowboard. Ao todo, serão 150 profissionais envolvidos na cobertura. Dez estarão na China para acompanhar o dia a dia de competições, incluindo os repórteres Guilherme Roseguini, José Renato Ambrósio e Rodrigo Franco.

Compartilhe