Indústria

Palmeiras se posiciona e repudia divulgação de salário de Abel Ferreira

Clube destacou que os € 6.7 milhões por temporada divulgados não condizem com a realidade

Palmeiras se posiciona e repudia divulgação de salário de Abel Ferreira

27 de março de 2022

2 minutos de Leitura

Logo após vencer o Red Bull Bragantino e garantir presença na final do Paulistão 2022, o Palmeiras anunciou a renovação de contrato de Abel Ferreira até o final de 2024. Logo em seguida, portais como GE e UOL Esporte divulgaram que o treinador português passaria a ganhar € 6.7 milhões (R$ 34.9 milhões) por temporada.

Diante da repercussão, o clube paulista se posicionou por meio do Twitter contestando as reportagens, afirmando que o que foi divulgado não condiz com a realidade.

A Sociedade Esportiva Palmeiras vem a público para contestar, de forma veemente, reportagens publicadas na noite deste sábado pelos sites GE e UOL com os supostos valores anuais que serão pagos ao nosso treinador Abel Ferreira. As matérias não condizem com a realidade. Lamentamos profundamente que parte da imprensa ainda se preste ao papel de difundir ao público informações equivocadas e irresponsáveis.

Destacou o Palmeiras, em comunicado

“Renovamos o contrato do Abel até dezembro de 2024, mas queremos que ele fique ainda mais tempo no Palmeiras. Se o nosso objetivo é melhorar o futebol brasileiro como um todo, precisamos dar tempo e segurança para os bons profissionais trabalharem. O Abel é um excepcional treinador e tem a nossa confiança para seguir a sua trajetória de sucesso no clube”, disse Leila Pereira, presidente do clube.

Desde que chegou ao Palmeiras, em 5 de novembro de 2020, o treinador e sua comissão técnica somam 124 jogos, com 69 vitórias, 27 empates e 28 derrotas. Se ficar até o final do contrato, Abel se tornará o técnico com maior longevidade no comando alviverde.

Compartilhe