Indústria

Ronaldo assina acordo de compra da SAF do Cruzeiro

O acordo prevê investimento de R$ 400 milhões nos próximos cinco anos

Ronaldo assina acordo de compra da SAF do Cruzeiro

15 de abril de 2022

2 minutos de Leitura

Agora é oficial: Ronaldo assinou o contrato de compra de 90% das ações da Sociedade Anônima do Futebol do Cruzeiro.

O acordo prevê investimento de R$ 400 milhões nos próximos cinco anos, seja com recursos próprios do empresário e/ou receitas incrementais geradas pela atividade do futebol, como vendas de atletas, direitos de TV, premiação, bilheteria, sócio e patrocínios.

Com o vínculo formalizado, a nova gestão colocou fim ao transfer ban na Fifa e na CBF ao pagar R$ 12 milhões ao Independiente del Valle, do Equador, pela compra do zagueiro Caicedo, em 2016; e R$ 1,1 milhão ao Atlético-AC pelo empréstimo do atacante Careca, em 2017.

Ronaldo terá a propriedade das Tocas da Raposa I e II e, como contrapartida, assumirá a íntegra da dívida tributária da instituição, de cerca de R$ 180 milhões e com parcelas mensais acima de R$ 1 milhão até 2032.

“Seguimos mirando curto, médio e longo prazo. Temos diversas frentes com forte atuação e vejo perspectiva de um trabalho bastante difícil, mas que agora tem segurança contratual para funcionar e trazer resultados ao Cruzeiro. Me sinto honrado por poder liderar o processo de reconstrução do clube. A torcida, mercado e demais stakeholders podem ter certeza que não descansaremos até implementar amplamente um modelo de gestão eficiente, ético e que traga sucesso desportivo”, disse Ronaldo.

“Desde que fui eleito, sempre deixei muito claro que minha missão era estruturar o clube para a SAF. Trabalhei muito por isso e conseguimos. Estamos muito felizes de entregar o Cruzeiro ao Ronaldo e sua competente equipe, que são a certeza de que nosso futebol retomará sua trajetória de sucesso. Estaremos presentes, dentro ou fora do estádio, sempre à disposição para contribuir no que for necessário. O Cruzeiro é de todos e é um só”, acrescentou o presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues.

Compartilhe