ATP e WTA anunciam que Wimbledon não valerá pontos para o ranking

Trata-se de uma resposta das entidades contra a decisão do torneio de barrar a presença de tenistas da Rússia e Belarus

maio 21, 2022

Em defesa dos tenistas da Rússia e Belarus, a ATP (Associação de Tenistas Profissionais) e WTA (Associação das tenistas) anunciaram que Wimbledon, um dos quatro Grand Slam do ano, não valerá pontos para o ranking mundial da

Trata-se de uma resposta das entidades contra a decisão do torneio de barrar a presença de tenistas de ambos países por conta da guerra na Ucrânia. O início da competição está marcado para o dia 26 de junho.

“A decisão de Wimbledon de proibir jogadores russos e belorrussos de competir no Reino Unido mina o princípio da não discriminação a integridade do sistema de classificação ATP. Sem uma mudança nas circunstâncias, é com grande pesar e relutância que não vemos outra opção a não ser remover os pontos de Wimbledon para 2022”, disse o comunicado da ATP.

Com a posição de Wimbledon, Daniil Medvedev, que chegou a liderar o ranking mundial em março e atualmente é o segundo, e a russa Aryna Sabalenka, sétima colocada, estão impedidos de participar. Doze tenistas, somando as duas nações, se encontram no TOP 100 do tênis.

Por fim, a entidade ainda destacou que poderá mudar de ideia caso a organização libere os tenistas da Rússia e Belarus para competir.

Nomes como Rafael Nadal e Novak Djokovic já haviam se posicionado contra a decisão do torneio.