Patrocínio

FIFA entra no universo do blockchain e terá Algorand como patrocinadora

A empresa será Apoiadora Regional da Copa do Catar e patrocinadora oficial da Copa do Mundo Feminina 2023

FIFA entra no universo do blockchain e terá Algorand como patrocinadora

03 de maio de 2022

2 minutos de Leitura

A FIFA anunciou um acordo de patrocínio com a empresa de tecnologia blockchain Algorand.

A Algorand assume o status de plataforma blockchain oficial da entidade, será Apoiadora Regional da Copa do Mundo FIFA Qatar 2022 para a América do Norte e Europa, e patrocinadora oficial da Copa do Mundo Feminina da FIFA Austrália e Nova Zelândia 2023.

Ainda como parte do acordo, a Algorand também ajudará a FIFA no desenvolvimento de sua estratégia de ativos digitais, enquanto a entidade fornecerá ativos de patrocínio, incluindo publicidade, exposição na mídia e oportunidades promocionais.

“Estamos muito satisfeitos em anunciar esta parceria com a Algorand. A colaboração é uma indicação clara do compromisso da FIFA em buscar continuamente canais inovadores para o crescimento sustentável de receita para reinvestimento adicional no futebol, garantindo transparência para nossos acionistas e fãs de futebol em todo o mundo. Estou ansioso por uma parceria longa e frutífera com a Algorand”, disse o presidente da FIFA, Gianni Infantino.

“Este anúncio é um momento emocionante para a FIFA, à medida que entra oficialmente no mundo do blockchain e as oportunidades que isso apresenta em vários aplicativos. Na FIFA, devemos nos esforçar constantemente para identificar e explorar os meios mais avançados, sustentáveis ​​e transparentes de aumentar as receitas para continuar a apoiar o desenvolvimento global do futebol. A Algorand é claramente uma parceira inovadora e voltada para o futuro que pode nos ajudar a atingir esses objetivos”, acrescentou o diretor de negócios da FIFA, Romy Gai.

“Desde o início, a Algorand se concentrou na construção de tecnologia que promove inclusão, oportunidade e transparência para todos. Esta parceria com a FIFA, a organização esportiva mais reconhecida e distinta globalmente, mostrará o potencial que o blockchain da Algorand tem para transformar a maneira como todos experimentamos o jogo do mundo”, finalizou Silvio Micali, fundador da Algorand.

Compartilhe