O que pensa o homem brasileiro sobre esporte?

Completando 11 anos, a GQ Brasil encomendou ao Instituto Ideia uma pesquisa que desvenda a cabeça do homem médio brasileiro

maio 11, 2022

Completando 11 anos de existência, a GQ Brasil encomendou ao Instituto Ideia uma pesquisa que desvenda a cabeça do homem médio brasileiro. Intitulado “O que pensa o homem brasileiro”, o levantamento inédito apresenta um panorama sobre temas como esporte, sexo, saúde e moda, a partir de 663 entrevistas com brasileiros do gênero masculino em proporcionalidade regional, social e etária, conduzidas em todo o país, entre 5 e 11 de abril.

Sobre o esporte, a pesquisa apontou que 75%, dos homens brasileiros gostam de futebol, contra apenas 14% dos que não curtem.

Sobre os que torcem para algum clube, Flamengo é líder com 23% da preferência, seguido pelo Corinthians com 18%. O clube carioca possui o maior porcentual de homens torcedores no Norte (33%), no Nordeste (31%) e no Centro-Oeste (27%), além de ser o segundo no Sudeste (18%, atrás apenas do Timão) e no Sul (14%, perdendo do Grêmio).

Entre os atletas, Neymar é o maior para 37% (chega a 47% na faixa entre 25 e 34 anos). Em segundo aparece Marta com 7,5% dos votos. Ela e Rebeca Andrade (2%) são as únicas mulheres a alcançar mais de 1% na lista. Rayssa Leal, com 0,5% na média, cresce bastante entre quem ganha mais de 5 salários (4%). Nessa mesma faixa de renda, quem tem ouro olímpico cresce em relação à média: o surfista Italo Ferreira, de 0,6% para 1,2%, o canoísta Isaquias Queiroz, de 1,5% para 4%, e a própria Rebeca, de 2% para 3%.

Em comum, todas as gerações confirmam Pelé como maior atleta (31% entre 18 e 24 anos). Já Senna é pouco citado como o número 1 por essa faixa etária: apenas 1,9%, contra 19,3% de Neymar.

No geral, o TOP 5 é formado por Pelé (34%), Ayrton Senna (15%), Neymar (9%), Ronaldo (4%) e Ronaldinho Gaúcho (3%).