Pela primeira vez, Messi lidera ranking da Forbes de atletas mais bem pagos do mundo

Atacante figurou no topo pela primeira vez ao arrecadar US$ 130 milhões

maio 13, 2022

O ranking da Forbes de atletas mais bem pagos do mundo tem um líder inédito. Lionel Messi figurou no topo pela primeira vez ao arrecadar US$ 130 milhões. Com a transferência para o PSG, do total, US$ 75 milhões foram de salários, bônus e premiações, enquanto os outros US$ 55 milhões são oriundos de patrocínios.

LeBron James, segundo colocado, ficou com US$ 121.2 milhões, com os patrocínios representando US$ 80 milhões. Cristiano Ronaldo completa o TOP 3, com faturamento de US$ 115 milhões, com salários na casa dos US$ 60 milhões e parceiros comerciais outros US$ 55 milhões.

O primeiro brasileiro da lista, Neymar ficou em quarto com US$ 95 milhões, com US$ 70 milhões em salários.

Entre as ligas, a NBA foi a que mais se destacou no TOP 10. Além de LeBron, aparecem Stephen Curry (US$ 92.8 milhões) em quinto, Kevin Durant (US$ 92.1 milhões) em sexto, e Giannis Antetokounmpo em décimo (US$ 80.9 milhões).

A lista ainda tem Roger Federer, em sétimo, com US$ 90.7 milhões. Do montante, apenas US$ 700 mil foram arrecadados dentro das quadras. Fora delas, o suíço segue em alta com arrecadação de US$ 90 milhões.

Canelo Alvarez, maior nome do boxe atual, foi o oitavo colocado da classificação, impulsionado pelos bônus de suas lutas (US$ 85 milhões). O mexicano arrecadou outros US$ 5 milhões com publicidade.

Em nono, ficou o astro da NFL Tom Brady, que arrecadou US$ 83.9 milhões.