Indústria

Com torneios nacionais, CBTM se destaca ao ampliar pontos de conexão com o esporte

Entidade quer cada vez mais potencializar a sua relação com fãs e praticantes da modalidade

Com torneios nacionais, CBTM  se destaca ao ampliar pontos de conexão com o esporte

30 de junho de 2022

4 minutos de Leitura

Maior campeonato promovido pela Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) em sua história, o TMB Platinum – Campeonato Brasileiro movimentou a cidade de Joinville entre os dias 4 e 12 de dezembro de 2021. Com a participação de 1.190 atletas, o maior município catarinense foi contemplado com a presença de grandes nomes da modalidade e com uma movimentação financeira incomum para a época do ano.

A Confederação vem buscando um equilíbrio em seus investimentos nos últimos anos. O foco se mantém no alto nível, com registro de aumento dos dispêndios nos atletas de elite e que buscam resultados internacionais. A maior atenção com o nível de serviços oferecido ao praticante em eventos nacionais faz parte, também, deste processo de valorização e desenvolvimento técnico do tênis de mesa brasileiro. Com um ambiente mais adequado nos eventos se permite construir pontes para processos estruturantes de formação de atletas, além de potencializar a relação com fãs e praticantes da modalidade em todos os seus pontos de conexão com o esporte.

Segundo pesquisa requisitada à CBTM pelo Joinville e Região Convention & Visitors Bureau, o TMB Platinum trouxe um impacto econômico de R$ 2.608.500,35 em circulação financeira de dinheiro novo ao município do nordeste de Santa Catarina. Entende-se por dinheiro novo aquele que os participantes do evento injetaram na economia local, excluindo-se da amostra o valor movimentado pelos residentes no município.

A maior parte deste montante – R$ 2.308.422,19 – proveio dos atletas, seus familiares e técnicos, que tiveram seu perfil detalhado pela pesquisa realizada em parceria com o curso de Economia da Unisociesc. Com relação à classe social, 61,1% relataram pertencer às classes A e B. Informaram que permaneceram no município catarinense uma média de 5,73 dias, sendo que 80,3% dos visitantes ficaram hospedados em hotéis ou flats.

A pesquisa constatou que o gasto médio por visitante foi de R$ 364,81 ao dia. A maior entre as despesas foi a de hospedagem, com uma média diária de R$ 124,75. A alimentação ficou em segundo lugar, com gastos médios individuais de R$ 78,67 ao dia. Outras compras computaram uma média diária de R$ 69,19. Com lazer e entretenimento o gasto médio foi de R$ 46,47 por dia. E com transportes foram gastos uma média diária de R$ 28,38.

Aproximadamente 46% dos participantes chegaram a Joinville por meio aéreo. Outros 34% se deslocaram de carro próprio ou de carona. Já 14% dos participantes preferiram se deslocar de ônibus, enquanto os 6% restantes se utilizou de transporte fretado para chegar ao TMB Platinum. E 10% dos visitantes informaram que se programaram para ficar mais dias na cidade, visando conhecer seus atrativos turísticos.

Os dados foram colhidos através de pesquisa de campo, realizada por meio de questionário eletrônico encaminhado para todos os atletas. A compilação e a análise dos dados ficou sob a responsabilidade do professor Fabiano Dantas e de seus acadêmicos.

Outros R$ 300.078,16 foram injetados na economia joinvilense diretamente pela CBTM, que direcionou 23% do total gasto na organização do TMB Platinum a fornecedores e prestadores de serviços locais. Com a hospedagem dos árbitros e da equipe de apoio ao evento foram investidos R$ 143.600,00. O segundo maior investimento foi com a alimentação deste público, totalizando R$ 93.480,00. Com a estrutura do evento e comunicação visual foram gastos R$ 34.516,16. E com as diárias do pessoal de apoio local foram gastos R$ 28.482,00.

Projetando o retorno em impostos ao município, o estudo aponta que o município de Joinville teve creditado em seus cofres um valor estimado de R$ 72.689,74. Já o Estado de Santa Catarina acredita-se que arrecadou em impostos com TMB Platinum e seus participantes um total de R$ 388.886,70. A competição reuniu participantes de 20 estados brasileiros, além de Santa Catarina.

Compartilhe