Falcão assume gestão da carreira do Luva de Pedreiro

Empresa do ídolo do futsal vai ser responsável pela carreira do influenciador

junho 28, 2022

Um dos melhores jogadores da história do futsal, Falcão é o novo empresário do Luva de Pedreiro.

Em março o MKTEsportivo adiantou ao mercado brasileiro que o ex-jogador lançou uma holding com foco em entretenimento digital esportivo. A F12 Entertainment surgiu com a missão de fornecer produtos e serviços para todo o mundo, já iniciando sua operação com uma sede no Brasil e outra em Portugal.

A empresa do craque conta também com Marcelo “Batata” Seiroz e Thiago Almeida, e terá a companhia da MS, de Marcelo “Batata” Seiroz e Mozyr Sampaio, na gestão dos ativos de Iran.

“RECEBA o que for seu! Obrigado por ter me procurado e me escolhido em te ajudar! O mundo abraçou você e sua #Tropa e eu também! TODAS as decisões serão suas e da sua família, pois o que é pouco pra um, pode ser muito pra outro!. Não somos seus donos, não temos cadeira cativa pra nada, qualquer agência que tiver coisas boas para o Iran “Luva de Pedreiro”, será bem-vinda!”, publicou Falcão, em postagem nas redes sociais.

A polemica envolvendo Iran e Alan Jesus, até então seu empresário, começou quando o colunista Léo Dias afirmou que Luva de Pedreiro tinha movimentado apenas R$ 7.5 mil em suas contas bancárias, mesmo tendo feito diversas campanhas publicitárias, como com a Amazon e Pepsi.

Em seguida, o mesmo colunista divulgou que o empresário havia vetado uma aproximação da Nike com o influenciador, bem como uma campanha da Clear Men ao lado de Cristiano Ronaldo.

Allan Jesus rebateu as insinuações de que estaria se apropriando de dinheiro destinado ao jovem.

“Sobre valores em conta, o Iran tem duas contas pessoa física e ele tem conhecimento de uma terceira conta pessoa jurídica. Essa conta foi criada neste ano e todos os nossos contratos de publicidade estão com essa conta para recebimento. Para que a transparência seja possível para que todos os sócios tenham acesso a entradas e saídas. Essa conta PJ não teve nenhum recebimento. Todos os nossos contratos de publicidade são de aproximadamente de R$ 2 milhões. Todos os pagamentos serão feitos a partir de julho de 2022. Ou seja, até este momento, todos os contratos que a gente firmou ainda não foram pagos”, disse Jesus.

Segundo ele, realizou apenas um pagamento até o momento para as ações publicitárias de Iran. O valor foi de R$ 20 mil por vídeos que o Luva gravou para divulgar um campeonato. Jesus foi além ao comentar que havia um acordo verbal do Luva com uma agência, sem citar o nome dos envolvidos.

“Antes de nossa empresa ser aberta, e ter uma conta jurídica, quando eu comecei a trabalhar com o Iran, ele tinha feito acordo informal com uma agencia, no qual ele tinha que entregar alguns vídeos no Titktok divulgando um campeonato. Eu tive que assumir e cumprir a palavra dele. Esses valores foram pagos. O valor foi de R$ 20 mil. Como naquele momento não tinha constituído a empresa, tive que emitir a nota fiscal, e esse valor foi pago à ASJ Consultoria”, acrescentou citando sua própria empresa.

Em nota na ocasião, a ASJ informou que o contrato com o Luva de Pedreiro teria vigência até 2026. 

Atualmente, o Luva de Pedreiro tem mais de 14 milhões de seguidores no Instagram e quase 17 milhões no TikTok.