Indústria

Puma lidera ranking de marca mais sustentável da indústria da moda

Empresa se destacou em pontuações sobre gasto de água, uso de produtos químicos, direitos dos trabalhadores e transparência

Puma lidera ranking de marca mais sustentável da indústria da moda

02 de junho de 2022

2 minutos de Leitura

Um levantamento da Business of Fashion, site especializado na indústria global da moda, destacou a Puma como a marca mais sustentável do segmento. A empresa obteve pontuações líderes em gasto de água, uso de produtos químicos, direitos dos trabalhadores e transparência, além de ter diminuído drasticamente sua pontuação de emissões em comparação com o ano passado.

No total, a Puma obteve 49 de 100 pontos, muito superior a média da indústria, que ficou em 28.

“Estamos muito felizes com o reconhecimento no Business of Fashion Sustainability Index 2022 e assumimos nossa posição de liderança como um incentivo para dar o próximo passo na nossa jornada de sustentabilidade. Concordamos que ainda há muito a ser feito para alinhar nossa indústria ao Objetivo do Acordo de Paris sobre Mudanças Climáticas, bem como aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas”, disse Bjørn Gulden, CEO da Puma.

Ativando sua estratégia de sustentabilidade “Forever Better”, a marca anunciou que havia reduzido suas emissões de carbono entre 2017 e 2021 em suas próprias operações (-88%) e, também, de sua cadeia de suprimentos (-12%).

De acordo com a Puma, essa redução foi conquistada comprando 100% de eletricidade renovável por meio de tarifas de eletricidade renovável e certificados de atributos de energia renovável, alterando a frota de carros para motores elétricos, usando materiais mais sustentáveis ​​e implementando melhorias de eficiência em nível de fábrica.

Por fim, em prol dos direitos dos trabalhadores em sua cadeia de suprimentos, que a marca se comprometeu pela primeira vez em seu Código de Conduta em 1993, a Puma tem trabalhado em conjunto com a Fair Labor Association e o Programa Melhor Trabalho da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Compartilhe