Espanha marca para outubro julgamento de transferência de Neymar para Barcelona

Grupo DIS acusa Barcelona e jogador de esconder valor real da transação financeira

julho 29, 2022

Neymar será julgado no Tribunal Provincial de Barcelona em outubro, juntamente com os ex-presidentes do Barcelona, Sandro Rosell e Josep Maria Bartomeu, por irregularidades na sua contratação pelo clube catalão em 2013.

O caso decorre de uma reclamação do Grupo DIS, que tinha parte dos direitos de transferência de Neymar e alega que tinha direito a 40% da taxa de transferência do atacante em 2013, mas que recebeu muito menos. A DIS afirma que Barcelona e Neymar uniram forças para esconder o valor real da transferência.

Todos eles serão julgados por um suposto crime de corrupção entre particulares, enquanto os dois ex-presidentes da equipe espanhola também responderão por um crime de fraude.

Inicialmente, os espanhóis estimaram oficialmente a transferência de Neymar em € 57.1 milhões ( € 40 milhões para a família de Neymar e € 17.1 milhões para o Santos), mas a Justiça espanhola calcula que tenha sido pelo menos € 83.3 milhões.

A DIS, que recebeu € 6.8 milhões dos € 17.1 milhões pagos ao Santos, estima que Barça e Neymar uniram forças para esconder o valor real da transferência.

Há um ano, o Barcelona chegou a um acordo extrajudicial com o brasileiro em torno de sua transferência de € 222 milhões para o PSG, em 2017.