NFL confirma futuro lançamento do streaming NFL+ dentro do seu aplicativo

Ele transmitirá jogos ao vivo e entrará como um serviço adicional aos parceiros de mídia que possuem contratos

julho 21, 2022

A NFL oficializou o futuro lançamento do seu streaming NFL+, que transmitirá jogos ao vivo e entrará como um serviço adicional aos parceiros de mídia que possuem contratos.

A liga já adiantou algumas funcionalidades que estarão disponíveis aos assinantes, com a plataforma alocada dentro do aplicativo da NFL.

“A NFL em breve lançará seu próprio serviço direto ao consumidor, chamado NFL +. A NFL+ nasceu da nossa crença de que, para melhor atender nossos fãs atuais e ajudar a criar novos, precisamos cada vez mais encontrar os fãs onde eles estão. O NFL+, um serviço de vídeo por assinatura hospedado no aplicativo da NFL, fará exatamente isso”, disse Brian Rolapp, diretor de mídia da liga.

Sobre a oferta de conteúdos, o NFL+ transmitirá jogos locais e nacionais da NFL ao vivo em dispositivos móveis, partidas de pré-temporada fora do mercado, áudio local e nacional ao vivo para todos os duelos, bem como programas da NFL Network sob demanda e acesso ao acervo da NFL Films.

“Embora a televisão tradicional continue sendo uma maneira vital de muitos de nossos fãs experimentarem a NFL (e será no futuro próximo), reconhecemos que plataformas como Amazon Prime Video, Peacock, Paramount+ e ESPN+ são cada vez mais importantes para nossos fãs e especialmente para os fãs com menos de 30 anos”, comentou Rolapp.

O executivo fez um paralelo com o pacote do Amazon Prime Video que exibe partidas da quinta-feira à noite, com o fechado há 35 anos com a ESPN, que transmite jogos apenas na TV por assinatura.

“Não é diferente de 35 anos atrás, quando a NFL criou um pacote de jogos ao vivo da NFL na ESPN pela primeira vez, criando uma maneira totalmente nova de assistir futebol. Naquela época, nem todos os lares tinham televisão a cabo, mas isso estava mudando. Quando o TNF começar em 15 de setembro, o Prime Video nos ajudará a dar o próximo passo na evolução do TNF”, finalizou.