Em reestruturação financeira, Barcelona vende 24.5% do Barça Studios para a Socios.com

Por US$ 100 milhões, a promessa é que a nova parceria aumente a capacidade do clube de fornecer produtos digitais aos fãs

agosto 1, 2022

O FC Barcelona anunciou que a Socios.com se tornará uma parceira de tecnologia para acelerar suas estratégias de blockchain, NFT e ativos digitais. O novo acordo fará com que a empresa invista um total de US$ 100 milhões no Barça Studios para adquirir uma participação de 24.5% no centro de criação e distribuição de conteúdo digital do clube.

O investimento estreita ainda mais uma parceria iniciada em fevereiro de 2020, que culminou com o lançamento do fan token $BAR. Desde então, mais de US$ 39 milhões em ativos foram vendidos.

O Barça Studios está liderando a criação de NFTs e iniciativas no metaverso do Barcelona para entregar projetos que envolvam, recompensem e construam conexões com sua base de fãs global. A nova parceria aumentará a capacidade do Barça de fornecer produtos digitais significativos aos fãs e promete “criar novos fluxos de receita sustentáveis ​​de longo prazo”.

O fan token $BAR será a chave para desbloquear e criar uma nova gama de oportunidades que se estendem além do aplicativo Socios.com e em novos ecossistemas digitais imersivos alimentados pela tecnologia Chiliz que a empresa e o Barça Studios construirão em conjunto.

“O Barça Studios agora pode alavancar nossa tecnologia, experiência e escala global para ajudar a implementar a estratégia de conteúdo Web3 do clube e fornecer novos fluxos de receita de longo prazo que beneficiarão o Barcelona por temporadas. Como seu parceiro de tecnologia, faremos tudo o que pudermos para apoiá-los em seus esforços para construir novas conexões digitais com seus 400 milhões de seguidores em todo o mundo”, disse Alexandre Dreyfus, CEO da Socios.com e Chiliz.

Barcelona segue em processo de reestruturação financeira

Recentemente, o Barcelona oficializou a venda de mais 15% dos direitos televisivos do clube para os próximos 25 anos para a Sixth Street. O valor envolvido no negócio é de € 519 milhões ao gigante espanhol em troca de 25% do que lhe corresponde pelas transmissões da LaLiga. A verba será utilizada em reforços para o elenco.

Vale lembrar que o Barcelona já havia negociado 10% dos direitos televisivos por € 207.5 milhões para o mesmo fundo de investimentos. E isso ocorre porque a Sixth Street buscou financiamento adicional para essa compra e o Barcelona negociou com a Goldman Sachs uma modificação no empréstimo de € 595 milhões que havia sido assinado no ano passado. Assim, o banco concedeu uma amortização antecipada de € 100 milhões após autorizar a redução das garantias.

O acordo com a Sixth Street é fruto de uma desistência do Barça de ingressar no contrato da LaLiga com a CVC. No entanto, com a Sixth Street, o Barcelona vendeu mais 15% à empresa de investimento por um período menor.

O desafio do Barcelona será lidar com o custo de € 41milhões a menos de direitos televisivos por temporada. Além disso, o clube segue tentando negociar a Barça Studios e faturar € 50 milhões por 49,9% do capital.