LaLiga denuncia racismo de torcida do Atlético de Madrid contra Vinícius Júnior

A entidade irá enviar um relatório formal ao Comitê Disciplinar da Real Federação Espanhola de Futebol e à Comissão Antiviolência do Estado

setembro 19, 2022

A LaLiga irá denunciar o racismo da torcida do Atlético de Madrid contra Vinícius Júnior, do Real Madrid, durante o clássico da capital espanhola, no último domingo (18). A entidade irá enviar um relatório formal ao Comitê Disciplinar da Real Federação Espanhola de Futebol e à Comissão Antiviolência do Estado.

O prefeito da cidade, José Luis Martínez-Almeida, afirmou que deseja que os responsáveis ​​sejam identificados e não autorizados a retornar aos estádios de futebol na Espanha.

Um grupo de torcedores foi filmado ofendendo o jogador antes do jogo no estádio Civitas Metropolitano. Mesmo que tenha ocorrido do lado externo, a LaLiga o incluirá no relatório sobre o comportamento dos torcedores para entregar à Comissão Antiviolência.

Dentro de campo, a cada toque na bola do brasileiro, a torcida colchonera o vaiava.

“Não há lugar para eles, não apenas em um evento esportivo, mas em qualquer esfera da vida. O que acho que tem que ser feito é que essas pessoas sejam identificadas porque não acho que elas mereciam ser admitidas. É absolutamente reprovável e deve ser condenado. Digo isso como prefeito de Madri, mas também, como torcedor do Atlético. Me envergonha que haja torcedores do Atlético capazes de gritar esse tipo de insulto racista”, disse José Luis Martínez-Almeida, prefeito de Madri

Se ocorrer, a punição, no entanto, será econômica e não esportiva.