Indústria

Buscas por camisas do Brasil aumentam 90% após classificação para oitavas da Copa do Mundo

Números fornecidos pelo Buscapé indicam que procura tem crescido desde a estreia da Seleção

Buscas por camisas do Brasil aumentam 90% após classificação para oitavas da Copa do Mundo

30 de novembro de 2022

2 minutos de Leitura

A classificação da Seleção para as oitavas de final da Copa do Mundo impulsionou ainda mais a busca por camisas do Brasil. Depois da vitória por 1 a 0 sobre a Suíça, na última segunda-feira (28), o aumento foi de 90%, de acordo com números fornecidos pelo Buscapé.

A partida contra a Suíça terminou aproximadamente às 15h de segunda-feira e, até 0h, foi registrado um crescimento de 90% nas pesquisas por camisas do Brasil na comparação com o mesmo período na véspera. Na comparação das buscas totais de domingo (27/11) com segunda-feira (28/11), o aumento foi de 80%.

Na semana passada, a procura por esses itens já tem sido cada vez maior. A estreia da equipe no Catar terminou por volta das 18h da última quinta-feira (24/11) e, até 23h59, foi observado um aumento de 293% nas buscas por camisas, camisetas e blusas do Brasil em relação ao período de 6 horas antes de o jogo terminar (entre 12h e 18h). Falando especificamente do dia do jogo, o volume de buscas disparou: foi 291% maior do que na véspera, em um movimento que permaneceu até o dia seguinte, já que, na sexta-feira (25/11), o volume de buscas ampliou em 106% na comparação com a véspera do jogo (23/11).

Na semana da estreia, entre 20 e 24 de novembro, o volume de buscas por esses artigos foi 28% maior do que no período equivalente da semana anterior (13 a 17 de novembro).

“Fica evidente o efeito da Copa do Mundo nos desejos de compra dos brasileiros nos números do Buscapé. À medida que a Seleção for avançando no Catar, a tendência é a busca por camisas ser cada vez maior. Além dessas peças de roupa, o clima do Mundial vem fazendo as pessoas buscarem itens que mantêm viva a tradição de assistir aos jogos reunidos com amigos e parentes, aumentando também as pesquisas por TV, projetores de imagem. bebidas, frigobar, adegas, poltronas, bancos, banquetas e até piscinas infláveis”, disse Mauricio Cascão, CEO da Mosaico, plataforma de conteúdo e originação de vendas para comércio eletrônico que detém o Buscapé.

Compartilhe