Indústria

Inflação faz orçamento dos Jogos Paris 2024 aumentar 10%

Despesas registram crescimento de € 400 milhões e comitê organizador busca readequação de receitas

Inflação faz orçamento dos Jogos Paris 2024 aumentar 10%

24 de novembro de 2022

2 minutos de Leitura

O Comitê Organizador dos Jogos de Paris 2024 (Cojop) anunciou que o orçamento para o evento irá aumentar 10%. Em números, ela representa um incremento de despesa de mais € 400 milhões. Segundo o conselho, “devido à inflação e a despesas antecipadas”.

“Em um contexto de alta inflação, o orçamento de Paris 2024 será controlado com um aumento contido de cerca de 10%”, destacou Tony Estanguet, presidente do comitê, aos membros do Conselho Executivo.

O objetivo, para a Cojop, agora é apresentar à sua diretoria “um orçamento equilibrado”. Há dois anos, o Cojop havia economizado cerca de € 300 milhões pela pandemia.

Antes da revisão, o valor destinado à organização dos Jogos de 2024 era de € 4 bilhões. Do total, 97% são oriundos de investimentos privados. A construção das obras de infraestrutura é liderada pela Solideo, que tem um orçamento de € 3.7 bilhões, incluindo € 1,6 bilhão de financiamento público. Outro custo vem de despesas com segurança de dados. Por fim, outra parcela é com custos especificados como “mal antecipados”. Essa despesa, de até € 40 milhões, será para a recolocação dos funcionários da Cojop após a dissolução do comitê, com o fim dos Jogos de Paris 2024.

Por outro lado, os patrocinadores representam cerca de um terço das receitas gerais do Cojop. O comitê esperava atingir 80% dos € 1.12 bilhão até o final deste ano.

“Já chegamos lá. Esperamos até superar 90% com anúncios futuros”, acrescentou Michaël Aloïsio, diretor de gabinete do presidente do Cojop, Tony Estanguet.

Até onde se sabe, o Cojop ainda não irá cobrir essa despesa adicional de € 400 milhões no orçamento. Amélie Oudéa-Castéra, ministra dos Esportes e dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, já afirmou sobre a possibilidade de utilização de reservas de contingência. Desde a publicação do relatório do comitê de auditoria de Paris 2024, que havia alertado para o fato de que as despesas previstas para a organização dos Jogos ultrapassaram as receitas previstas, há uma preocupação.

“Nenhuma falha será tolerada, e isso vale para Cojop e Solideo”, finalizou Michel Cadot, delegado interdepartamental para os Jogos de Paris 2024, em reunião com parlamentares no final de setembro.

Compartilhe