Indústria

Conselho aprova parceria com a WTorre para construção da Arena do Santos

O projeto, que prevê capacidade para 30.108 torcedores, fará com que a atual Vila seja demolida para a construção da arena no mesmo terreno

Conselho aprova parceria com a WTorre para construção da Arena do Santos

02 de dezembro de 2022

2 minutos de Leitura

Em reunião realizada na noite de quinta-feira (1), o Conselho Deliberativo do Santos aprovou a parceria com a WTorre para a construção da nova Vila Belmiro.

Agora, o projeto segue para convocação de uma Assembleia Geral dos Associados, que deve ser realizada no dia 17 de dezembro. Caso os sócios aprovem a proposta, a WTorre espera iniciar as obras no segundo semestre de 2023.

O projeto, que prevê capacidade para 30.108 torcedores, fará com que a atual Vila Belmiro seja demolida para a construção da arena no mesmo terreno.

O custo previsto é de R$ 300 milhões, com concessão para a WTorre em um prazo de 30 anos.

O escritório do arquiteto Luiz Volpato é responsável pelo projeto. Além da ampliação da capacidade, a nova Vila Belmiro terá uma área construída de mais de 71 mil m² e contará com 100% de cobertura dos assentos, camarotes, vestiários, salas de imprensa, estacionamento e outros pontos comerciais.

Segundo a WTorre, o estádio vai pertencer 100% ao Santos. Dos R$ 300 milhões, R$ 200 milhões viriam da comercialização de cadeiras, camarotes e do possível crescimento do programa de sócio-torcedor, que deve ganhar destaque a partir de uma nova arena.

Por parte do Santos, além de ficar com 100% da bilheteria, apenas os gastos com energia, segurança e manutenção do local.

Compartilhe