Indústria

UEFA abre investigação sobre a Juventus por possível violação ao Fair Play Financeiro

Clube anunciou que irá cooperar com investigações sobre supostas irregularidades nos balanços

UEFA abre investigação sobre a Juventus por possível violação ao Fair Play Financeiro

01 de dezembro de 2022

2 minutos de Leitura

A Uefa decidiu abrir investigação para apurar possíveis irregularidades da Juventus teriam desobedecido ao Fair Play Financeiro. A primeira Câmara do Comitê de Controle Financeiro do clube anunciou que irá cooperar com as autoridades nacionais e investigar as supostas irregularidades financeiras.

O MKTEsportivo destacou todo o cenário de caos instaurado na Juve, que culminou com a saída de todos do conselho, incluindo o presidente.

Segundo o clube de Turim, o pedido de demissão conjunta foi proposto por Agnelli na tentativa de “permitir que a decisão sobre a renovação do Conselho seja submetida à Assembleia Geral com a maior brevidade possível”. Entre os nomes que saíram estão também o de Laurence Debroux, Massimo Della Ragione , Katryn Fink, Daniela Marilungo, Francesco Roncaglio, Giorgio Tacchia e Suzanne Keywood.

Em 23 de agosto de 2022, a Câmara celebrou um acordo de liquidação com a Juventus com base nas informações financeiras anteriormente apresentadas pelo clube e correspondentes aos anos de 2018 a 2022.

Após conclusão da investigação, se a situação financeira for “significativamente diferente da avaliada pela Câmara ou se surgirem ou forem conhecidos fatos novos e substanciais, reserva-se o direito de tomar as medidas legais que considere oportunas”, destacou a entidade.

Na quarta-feira (30), a LaLiga já havia pedido que a Uefa decretasse “sanções esportivas imediatas” contra a Juventus por supostas violações ao Fair Play Financeiro.

Compartilhe