Indústria

Manchester City foi o que mais gerou receitas entre os campeões europeus de 21/22

Os Citizens arrecadaram € 731 milhões, superando o Real Madrid, Paris Saint Germain e Bayern de Munique

Manchester City foi o que mais gerou receitas entre os campeões europeus de 21/22

10 de janeiro de 2023

2 minutos de Leitura

O Manchester City foi o campeão europeu que mais faturou na temporada 2021/22 entre os demais vencedores de ligas do continente. Os Citizens arrecadaram € 731 milhões, de acordo com um estudo da plataforma de análise e dados de futebol Football Benchmark. Trata-se de um incremento de 13% em seus ganhos.

O levantamento foca apenas nos vencedores das oito ligas de futebol mais importantes da Europa. O time inglês desbancou o Real Madrid, campeão da UEFA Champions League, que ficou em segundo lugar com receitas de € 714 milhões, um aumento anual de 12%.

O ranking segue com Paris Saint-Germain (€ 670 milhões) e Bayern de Munique (€ 627 milhões). O clube francês registrou a maior receita comercial entre todas as equipes europeias com € 399 milhões, e também os maiores custos com pessoal já relatados por um clube (€ 728 milhões).

“A temporada 2021/22 viu uma recuperação progressiva dos clubes de futebol. Todos os campeões conseguiram aumentar as suas receitas operacionais face ao ano anterior, dando sinais positivos de regresso à normalidade após a pandemia. O principal contribuinte para uma melhoria tão notável foram as receitas restauradas de jogo, praticamente inexistentes durante a temporada anterior afetada pelo Covid. De fato, os oito campeões juntos registraram receita de público superior a € 400 milhões, uma comparação gritante com os € 40 milhões da temporada anterior”, disse Andrea Sartori, fundador e diretor executivo da Football Benchmark.

Entre todos, o Ajax registrou o maior crescimento entre os anos: 51%, faturando € 189 milhões. Isso foi em parte impulsionado por sua presença nas oitavas de final da Liga dos Campeões.

Detalhando alguns dos ganhos, o Real Madrid se destacou com a maior receita de transmissão (€ 320 milhões), enquanto o PSG também foi protagonista em relação ao faturamento em dia de jogo, com € 131 milhões.

Compartilhe