Ronaldo rompe com Minas Arena, e Cruzeiro não jogará no Mineirão em 2023

Clube já tem um acordo encaminhado com o América-MG para atuar no Estádio Independência

janeiro 24, 2023

O Cruzeiro não jogará como mandante no Mineirão na temporada 2023. A decisão foi anunciada nesta segunda-feira (23) por Ronaldo Názario, sócio majoritário da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) do clube. Ele afirmou que rompeu relações com a Minas Arena, responsável pela administração do estádio.

“Neste ano, damos como rompida nossa relação com a Minas Arena. Não jogaremos nenhum jogo no Mineirão neste ano. Eu acho que é um problema importante que o governo de Minas Gerais precisará resolver”, comentou o Fenômeno durante uma live feita na Ronaldo Tv.

Ronaldo já tem um acordo avançado com o América-MG para atuar como mandante no Estádio Independência. A estreia cruzeirense em casa no Campeonato Mineiro, contra o Athletic Club, no próximo sábado (28), será no estádio, que fica no bairro do Horto, em Belo Horizonte.

De acordo com o Fenômeno, a decisão foi tomada porque “o Mineirão vai virar uma casa de show muito bacana”. Os eventos no local desagradam à gestão de Ronaldo desde o ano passado, quando o Cruzeiro teve que levar seis partidas para o Independência por conta disso.

A Minas Arena administra o Mineirão através de uma parceria público-privada (PPP) com o Estado de Minas Gerais, desde que houve a modernização do estádio para a Copa do Mundo de 2014. Pela concessão, a empresa tem direito a um repasse público, caso não atinja um limite de faturamento.