Indústria

Fãs da Premier League são menos engajados com empresas de apostas

Estudo detalha que marcas do setor não estão entre as que mais geram valor nas redes sociais

Fãs da Premier League são menos engajados com empresas de apostas

12 de maio de 2023

2 minutos de Leitura

Os fãs da Premier League não tem tanto interesse em publicações que são patrocinados por empresas de apostas esportivas nas redes sociais do que em conteúdos envolvendo marcas de outros setores nas mesmas plataformas. O estudo que apresentou o insight foi elaborado pela Horizm.

Na elite do futebol do país, Bournemouth, Brentford, Everton, Fulham, Leeds, Newcastle, Southampton e West Ham têm patrocínios de casas de apostas. Os contratos garantem ampla exposição nos perfis oficiais das equipes nas plataformas.

Por outro lado, o segmento que mais gera valor aos times da Premier League no âmbito digital é o de vestuário. A parceria do Leeds com a Adidas, por exemplo, dentro de um ano, gerou cerca de US$ 60 mil por meio de métricas de engajamento e impressões nas redes sociais da equipe. Já a relação do Everton com a Hummel aproximadamente US$ 49 mil.

Com relação ao valor agregado pelas empresas de apostas, o patrocínio da Dafabet ao Bournemouth gerou US$ 6.299 no digital, enquanto o Brentford adquiriu US$ 2.093 através da sua parceria com a Hollywoodbets nas redes sociais.

Outros setores que tiveram um bom desempenho no digital e por meio de interações nas redes sociais foram o de games, com os acordos de Newcastle e Fullham com a EA Sports, bem como serviços financeiros, seguros e software.

Compartilhe