Marketing Esportivo

Quem são os jogadores brasileiros campeões da Champions League

Conheça os 63 nomes do país que já levantaram a taça do futebol europeu

Quem são os jogadores brasileiros campeões da Champions League

19 de junho de 2023

5 minutos de Leitura

Considerado o maior campeonato de clubes, levantar a Copa dos Campeões da Europa é o sonho de todo jogador profissional. Disputada desde a temporada de 1955-56, desde então tivemos 63 jogadores brasileiros campeões do torneio, número que vem crescendo consistentemente nos últimos anos.

Hoje, para quem quer fazer aposta esportiva na Betfair nos campeonatos do Velho Continente, o que não faltam são opções de atletas brasileiros para fazer palpites, mas nem sempre foi assim. Prova disso é que antigamente era raro um jogador daqui vencer a Champions League, enquanto atualmente virou praxe.

Enquanto o torneio intercontinental não volta, você pode conferir os jogos de amanhã enquanto espera e relembra os jogadores brasileiros campeões da Champions League.

Décadas de 1950 e 1960

Os dois primeiros jogadores brasileiros campeões da Champions League foram Didi e Canário, ambos pelo Real Madrid, no bi de 1958-59/1959-60. Depois deles, Dino Sani e José Altafini (que era naturalizado italiano) levantaram a taça de 1962-63 pelo Milan. Nas próximas duas edições (1963-64 e 1964-65) mais um bicampeão consecutivo: Jair da Costa pela Internazionale.

Década de 1980

Não, nós não esquecemos a década de 1970. O que aconteceu foi que simplesmente nenhum outro brasileiro estava em um elenco campeão europeu até a temporada de 1986-87. Naquele ano, o Porto conquistou o título com um time recheado de jogadores daqui: Paulo Ricardo, Juary, Elói, Celso e Casagrande.

Década de 1990

O final da década de 1990 foi quando os brasileiros passaram a virar figurinha carimbada em elencos campeões da Champions, a começar por 1996-97, quando o Borussia Dortmund venceu com o zagueiro Júlio César no seu plantel.

Nos títulos de 1997-98 e 1999-00 do Real Madrid, mais três brasileiros: Roberto Carlos e Sávio (nas duas conquistas) e Júlio César (apenas na segunda). Em 2000-01, mais dois: Paulo Sérgio e Élber pelo Bayern de Munique.

Década de 2000

Em 2001-02, novamente deu Real Madrid, que ainda contava com Roberto Carlos e Sávio – que chegaram ambos ao terceiro título da competição. Naquele ano ainda havia mais um brasileiro, o meio-campista Flávio Conceição.

Na temporada de 2002-03, mais uma vez a Europa foi conquistada por um clube cheio de brasileiros. Assim como o Porto dos anos 1980, cinco: Dida, Cafu, Serginho, Roque Júnior e Rivaldo, naquele histórico time do Milan. Na edição seguinte, novamente cinco campeões daqui: Carlos Alberto, Derlei, Bruno Moraes, Maciel e Deco (este naturalizado português) do Porto.

O Barcelona que bateu o Arsenal na final de 2005-06 é até hoje o elenco com mais jogadores brasileiros campeões da Champions League. Eram seis: Ronaldinho, Edmilson, Sylvinho, Thiago Motta (naturalizado italiano), novamente Deco e Belletti, que acabou como um improvável herói ao anotar o gol do título.

O Milan voltou a vencer em 2006-07, o que fez de Dida, Cafu e Serginho bicampeões. Além deles, os brasileiros Kaká e Ricardo Oliveira também jogavam pelos italianos e venceram o campeonato pela primeira vez.

O Manchester United de 2007-08 contava com Anderson e no ano seguinte, com o título do Barça, Sylvinho se sagrou bicampeão e Daniel Alves entrou para a lista.

A vitória da Internazionale de 2009-10 significou o bi para Thiago Motta e a primeira conquista de Júlio César, Maicon e Lúcio, que faziam parte da forte defesa da equipe, essencial para o sucesso do time.

Década de 2010

O Barcelona, casa tradicional de tantos brasileiros na Europa, novamente venceu em 2010-11, foi o bi de Daniel Alves e a primeira de Maxwell, Adriano e Thiago Alcântara (naturalizado espanhol). Na temporada seguinte, David Luiz e Ramires se juntaram ao time de jogadores brasileiros campeões após o título do Chelsea.

Em 2012-12, o Bayern de Munique tinha três: Rafinha, Dante e Luís Gustavo. Na edição seguinte, Marcelo e Casemiro estavam no Real Madrid, naquele que seria o primeiro de muitos títulos da dupla com a camisa dos Merengues.

Novamente em 2014-15, um Barcelona cheio de brasileiros: Daniel Alves (agora tricampeão), Adriano (seu bicampeonato), Douglas, Rafinha Alcântara, e claro, Neymar, um dos grandes nomes da conquista, inclusive anotando o terceiro dos catalães na finalíssima.

Com o tricampeonato consecutivo do Real Madrid em 2015-16, 2016-17 e 2017-18, Marcelo e Casemiro chegaram ao tetracampeonato e Danilo entrou para o time dos bicampeões (não estava na última). Em 2018-19 foi a vez de Alisson, Fabinho e Roberto Firmino colocarem seus nomes na lista, ao levantar a orelhuda com o Liverpool.

Em 2019-20, Thiago Alcântara chegou ao seu bicampeonato e Philippe Coutinho ganhou sua primeira partida com o Bayern de Munique.

Década de 2020

Na temporada de 2020-21 foi a vez de Thiago Silva e Jorginho pelo Chelsea e em 2021-22 o Real Madrid fez de Marcelo e Casemiro pentacampeões e consagrou Éder Militão, Rodrygo e o autor do gol do título: Vinicius Jr.

Na edição passada, de 2022-2023, o último entre os jogadores brasileiros campeões a entrar na lista foi novamente um herói da final: o goleiro Ederson, que fez milagre com os pés ao impedir o empate da Internazionale em cabeçada à queima-roupa de Lukaku e garantiu a conquista do Manchester City, fechando (por enquanto) a chave de  jogadores brasileiros campeões da Champions League..

Compartilhe