Streaming

Em parceria com CazéTV, Canal Olímpico do Brasil transmitirá Pan de Santiago 2023

Os Jogos Pan-Americanos de Santiago 2023 serão exibidos de forma gratuita na internet entre 20 de outubro e 5 de novembro

Em parceria com CazéTV, Canal Olímpico do Brasil transmitirá Pan de Santiago 2023
Cazé TV exibirá a competição no YouTube e na Twitch; Jogos também estarão disponíveis no canal do Time Brasil no YouTube

24 de julho de 2023

2 minutos de Leitura

O Canal Olímpico do Brasil, plataforma de streaming oficial do Comitê Olímpico do Brasil (COB), comprou os direitos de transmissão dos Jogos Pan-Americanos de Santiago 2023 e exibirá o evento de forma gratuita na internet entre 20 de outubro e 5 de novembro. A produção será feita em parceria com a Cazé TV, madrinha do Time Brasil para Paris 2024, que exibirá a competição no YouTube e na Twitch.

“O papel do COB é dar aos atletas olímpicos do Brasil as melhores condições de treinamento e estrutura para as grandes competições. Mas é importante também que o torcedor brasileiro acompanhe esses eventos e o desempenho dos nossos atletas ao longo de todo o ciclo olímpico. Transmitir os Jogos Pan-americanos mostra o nosso compromisso em atrair visibilidade para esta trajetória, para estes resultados, e em popularizar cada vez mais os esportes olímpicos”, disse Paulo Wanderley, presidente do COB.

“No ano passado, o Canal Olímpico do Brasil foi o único veículo de mídia do país a transmitir os Jogos Sul-Americanos de Assunção 2022. Com os Jogos Pan-Americanos de Santiago 2023, estreitamos nossa parceria com a PanAm e reiteramos o comprometimento do Canal e do COB com a divulgação dos esportes pan-americanos na trajetória rumo a Paris 2024”, acrescentou Rogerio Sampaio, diretor geral do COB.

“Me encanta essa aliança entre a PanAm Sports e o Comitê Olímpico do Brasil, que fomentará o desenvolvimento do esporte e o desempenho brilhante que terão os atletas brasileiros nos Jogos Pan-Americanos. Essa parceria possibilitará que mais gente assista aos Jogos com uma transmissão muito mais integrada aos atletas brasileiros. O Brasil tem milhares de torcedores que querem ver diferentes esportes e que provavelmente não teriam acesso a eles. Essa iniciativa do COB e da Pan Am abre as portas para que todos os amantes possam ver o melhor do esporte no continente nas suas telas a hora que quiserem”, finalizou Neven Ilic, presidente da PanAm Sports.

Criado em dezembro de 2020, o Canal Olímpico do Brasil conta com mais de 270 mil inscritos atualmente e transmite, além de algumas das principais competições do calendário nacional esportivo, outros eventos internacionais, como a Diamond League de atletismo, o circuito da Federação Internacional de Judô, etapas da Copa do Mundo e Mundiais de Ginástica e o circuito Mare Nostrum de natação.

Compartilhe