Copa Feminina

Após eliminação do Brasil, CBF promete mais investimentos no futebol feminino

A eliminação precoce ocorreu quando o Brasil tinha à sua disposição a maior delegação da história para a competição

Após eliminação do Brasil, CBF promete mais investimentos no futebol feminino

02 de agosto de 2023

3 minutos de Leitura

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) se posicionou logo após a eliminação precoce da seleção brasileira na fase de grupos da Copa do Mundo da Austrália e Nova Zelândia, e prometeu mais investimentos.

A eliminação precoce ocorreu quando o Brasil tinha à sua disposição a maior delegação da história para a competição. Apesar da frustração, o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues afirma, em nota divulgada nas redes sociais da CBF, que os investimentos na modalidade não irão cessar.

“Infelizmente, a eliminação do Brasil foi precoce e o resultado da seleção ficou aquém do esperado. Agora, é absorver o resultado e analisar com calma tudo o que aconteceu neste ciclo. Faremos os investimentos necessários para que o Brasil venha nos Jogos Olímpicos [de Paris 2024], assim como nas próximas competições, com ainda mais apoio em busca dos melhores resultados”, afirmou o dirigente.

O mandatário ainda detalhou que pretende implementar, ainda neste ano, o Campeonato Brasileiro Sub-15/17, envolvendo todas as regiões do país. “Competição essa que, em um curto prazo, revelará quase 1.500 novas jogadoras”, acredita.

Veja abaixo o comunicado na íntegra:

“Acompanhei de perto o comprometimento, foco e empenho das jogadoras e comissão técnica nessa Copa do Mundo Feminina. Infelizmente, a eliminação do Brasil foi precoce e o resultado da Seleção ficou aquém do esperado. Agora, é absorver o resultado e analisar com calma tudo o que aconteceu neste ciclo.

Já antecipo que este resultado em nada irá mudar o propósito da CBF, na minha gestão, de continuar investindo de forma consistente no futebol feminino como um todo. Pelo contrário, vamos intensificar este investimento. A técnica Simone Jatobá está neste momento na Granja Comary com a Seleção Sub-17 e, em dezembro, ela convoca pela segunda vez na história a Seleção Sub-15. Vamos implementar também, ainda esse ano, durante as férias escolares, o Campeonato Brasileiro Sub-15/17, envolvendo todas as regiões do país. Competição essa que, em um curto prazo, revelará quase 1.500 novas jogadoras.

É com seriedade, trabalho e comprometimento que crescemos. Essa Copa do Mundo despertou o Brasil para o futebol feminino e, junto com o torcedor, vieram novos patrocinadores.

Tivemos a maior cobertura jornalística da história da Seleção Brasileira Feminina, não só no Brasil, como também na Austrália. O esforço das empresas de comunicação e a dedicação dos profissionais de imprensa, que dedicaram um espaço relevante em seus veículos para a preparação da Seleção, levaram para o Brasil e para o mundo imagens e momentos emocionantes. Um universo que antes existia apenas no futebol masculino.

Teremos agora um ciclo olímpico pela frente e seguiremos dedicados a avançar. Faremos os investimentos necessários para que o Brasil venha nos Jogos Olímpicos, assim como nas próximas competições, com ainda mais apoio em busca dos melhores resultados.

Levo comigo e agradeço todo o carinho e apoio da torcida com a Seleção Brasileira Feminina. Essa foi certamente a maior de todas as conquistas.”

Compartilhe