Indústria

Ministério do Esporte e Sesi terão acordo de cooperação para desenvolver futebol feminino

Parceria prevê aulas gratuitas para meninas e adolescentes em 11 unidades da entidade em São Paulo

Ministério do Esporte e Sesi terão acordo de cooperação para desenvolver futebol feminino

30 de agosto de 2023

2 minutos de Leitura

O Ministério do Esporte, o Serviço Social da Indústria em São Paulo (Sesi-SP) e o conselho nacional da entidade assinarão um acordo de cooperação para o desenvolvimento do futebol feminino no Brasil.

O acordo prevê que a modalidade será oferecida de forma gratuita em 11 unidades da instituição, no estado de São Paulo. As inscrições serão abertas para meninas entre 6 e 15 anos.

“Este é um marco para a Política Pública do Esporte no Brasil, considerando a expressa proibição normativa da prática da modalidade por meninas e mulheres por quase 40 anos. O futebol é uma modalidade tradicionalmente masculina e avançar na perspectiva do desenvolvimento do futebol feminino, considerando todas suas frentes, é furar uma bolha que repercutirá em todas modalidades esportivas e na participação das meninas e mulheres além dos campos”, disse a ministra do Esporte, Ana Moser.

As aulas serão oferecidas inicialmente para entre 1,1 mil e 1,65 mil alunas, entre 6 e 15 anos de idade, por meio do Programa Atletas do Futuro (PAF) do Sesi-SP, que existe há mais de 30 anos.

A expectativa é de que, a partir de fevereiro de 2024, ao menos seis unidades do Sesi avancem e iniciem o desenvolvimento do treinamento esportivo para meninas dos 12 aos 16 anos, detectando 300 talentos esportivos, priorizando em sua maioria as do PAF. Nessa etapa, o objetivo é aperfeiçoar as capacidades das alunas para fins competitivos.

“O Sesi-SP tem o objetivo de democratizar o acesso ao futebol feminino nas equipes de base, criando oportunidades para o desenvolvimento da modalidade a longo prazo, desde a formação até o rendimento esportivo”, acrescentou Josué Gomes da Silva, presidente da entidade.

As inscrições para o futebol feminino do PAF poderão ser realizadas diretamente nos Centros de Atividades do Sesi-SP.

“O nosso foco é educação ligada ao esporte. Os dois se complementam sempre. Cultura e esporte fazem parte da educação”, finalizou Vagner Freitas, presidente do Conselho Nacional do Sesi.

Compartilhe