Patrocínio

Corr Plastik rescinde o acordo de patrocínio com o Santos

Empresa, que tinha intenção de renovar, decide por fim no acordo após clube descumprir propriedades combinadas

Corr Plastik rescinde o acordo de patrocínio com o Santos

20 de setembro de 2023

2 minutos de Leitura

Na zona de rebaixamento no Brasileirão, o Santos perdeu o patrocínio da Corr Plastik, empresa de tubos e conexões que ocupava a barra traseira do uniforme.

O atual acordo, iniciado em 2022, terminaria apenas em dezembro e a patrocinadora já tinha um contrato redigido para renovação por mais duas temporadas.

A saída ocorre após o Santos não cumprir com as cláusulas combinadas previamente no acordo. Uma série de erros na condução do patrocínio fez com que a Corr Plastik optasse pela saída. Ela, inclusive, já deixou de figurar no site oficial do time.

Entre as contrapartidas, a empresa desfrutava de exposição na camisa da comissão técnica do clube.

No entanto, nos jogos contra o Grêmio, Atlético-MG, América-MG e Cruzeiro, sem explicação, Diego Aguirre utilizou camisa polo ou social, desobedecendo o contrato.

Por conta do caso, ocorreu uma reunião entre o presidente do Santos, Andres Rueda, e a direção da empresa. Nela, foram discutidas formas de compensar o patrocinador pela ausência de exposição na camisa do treinador. Foi oferecido à Corr Plastik figurar nos painéis de led da Vila Belmiro durante os jogos. A empresa concordou.

No entanto, quando o Peixe enviou tais alterações no contrato, elas acabaram sendo inferiores ao que haviam sido inicialmente discutidas. Desta maneira, a empresa rompeu o acordo.

Pivô da rescisão durou pouco no Santos

Diego Aguirre foi demitido do comando do Santos na última sexta-feira (15). Ele dirigiu a equipe por pouco mais de um mês. Foram apenas cinco jogos.

Em cinco partidas sob comando de Aguirre, o Peixe somou quatro derrotas e apenas uma vitória – diante do Grêmio, por 2 a 1 – com um total de 12 gols sofridos e apenas dois marcados.

Compartilhe