Indústria

Apesar do período turbulento na economia, a indústria do esporte segue a todo vapor

Com negócios envolvendo bilhões de dólares, o mercado segue com grandes acordos e investimentos

Apesar do período turbulento na economia, a indústria do esporte segue a todo vapor

20 de outubro de 2023

2 minutos de Leitura

Nos últimos dias, o mundo vem encarando as consequências de mais um conflito internacional. Com diversos setores afetados na economia, a indústria do esporte se mostra resiliente e vem se consolidando como a classe de ativos que os investidores não poderão ignorar.

O setor de tecnologia esportiva se destaca como um dos principais. No segundo trimestre, os contratos fechados envolvendo casas de apostas e wearables (acessórios tecnológicos) registraram a melhor marca em um ano.

Representando um dos setores fundamentais da indústria, o mercado das franquias também se manteve aquecido. De acordo com a Forbes, o valor combinado das 50 marcas mais valiosas do esporte chegou a marca de US$ 256 bilhões, representando uma valorização de 90%. A elevação dos valores de direitos de transmissão e a audiência global são alguns fatores que ilustram essa evolução.

No último mês, corroborando com a popularidade da aquisição de equipes, o banco Goldman Sachs inaugurou uma unidade para tratar de franquias esportivas dentro da divisão responsável pelo trato de investimentos.

Além dos movimentos citados, a indústria se mostra ativa e já sinaliza novas tendências. Direitos de transmissão com ampliação para o streaming, o crescimento do mercado dos eSports e a evolução nos meio de produção de conteúdo se destacam entre os movimentos mais recentes.

Compartilhe