Indústria

Em novo acordo, CBF pagará mais para clubes da terceira fase da Copa do Brasil

Clubes que largam somente na terceira fase recebem cotas retroativas às fases iniciais

Em novo acordo, CBF pagará mais para clubes da terceira fase da Copa do Brasil
Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

03 de outubro de 2023

1 minutos de Leitura

O São Paulo foi o grande campeão da Copa do Brasil 2023, mas outros 11 clubes tiveram uma boa notícia em relação à premiação paga pela CBF.

Pela primeira vez, os times que entraram já na terceira fase do torneio vão receber cotas retroativas às duas fases iniciais. E isso mesmo sem jogar.

A mudança na regra acontece no primeiro ano do novo ciclo comercial (2023-2026) da Copa do Brasil. No período anterior, de 2018 a 2022, os clubes recebiam apenas pelas fases disputadas.

Os 10 primeiros do Brasileirão Série A que entrarem na terceira fase do torneio receberão um bônus de R$ 3,1 milhões, sendo R$ 1,4 milhão da 1ª fase e R$ 1,7 milhão da 2ª fase. O São Paulo lucrará R$ 91,8 milhões, pela campanha do título.

Com este montante retroativo aos 12 pré-classificados, a CBF distribuiu a quantia de R$ 448,4 milhões em premiação na Copa do Brasil 2023.

Os 12 clubes que entraram na terceira fase e foram beneficiados:

Série A: Palmeiras, Internacional, Fluminense, Corinthians, Flamengo, Athetico, Atlético-MG, Fortaleza, São Paulo e Cruzeiro – R$ 3,1 milhões
Série B: Sport – R$ 2,65 milhões
Série C: Paysandu – R$ 1,65 milhão

Compartilhe