Redes Sociais

Fluminense e Boca Juniors: quem tem o melhor desempenho digital?

Um olhar sobre as performances dos finalistas da Libertadores ao longo da temporada 2023

Fluminense e Boca Juniors: quem tem o melhor desempenho digital?
Foto: Marina Garcia

30 de outubro de 2023

5 minutos de Leitura

No dia 4 de novembro, o mítico Estádio Maracanã, no Rio de Janeiro, será palco da Final da edição 2023 da Copa Libertadores da América onde brasileiros e argentinos medirão forças.

Fluminense (BRA) e Boca Juniors (ARG) entrarão em campo para a disputa da “Glória Eterna”, slogan desenvolvido pela Conmebol, entidade que regula o futebol sul-americano, que prontamente caiu no gosto do torcedor apaixonado pelo seu time.

Por conta da final, a Samba Digital resolveu analisar as performances digitais tanto do Fluminense quanto do Boca Juniors ao longo de toda a temporada 2023 para entender um pouco do potencial digital da marca.

Cenário Instagram

Para início de conversa precisamos considerar o tamanho da base de seguidores dos dois clubes. Com 9 milhões de seguidores no Instagram, o Boca Juniors tem 4,95 vezes mais seguidores do que o Fluminense, que acumula 1,82 milhão.  Juntos, os dois acumulam quase 11 milhões de seguidores.

E essa curva no número de seguidores cresceu ao longo da temporada 2023 já que o Boca Juniors acumulou um aumento de 1,6 milhão de novos seguidores enquanto o Fluminense beira a metade disso: 800 mil novos.

Com esses desempenhos em 2023, o Boca Juniors é o 24º clube que mais somou novos seguidores no ano, enquanto o Fluminense é o 39º.

Liderança Mundial em Engajamento

O cenário de vantagem ao clube argentino, conteúdo, não se mantém ao analisarmos a presença ativa do seguidor na hora de consumir o conteúdo produzido pelos departamentos de redes sociais dos clubes.

O Fluminense destaca-se como o clube como o clube que detém a maior taxa de engajamento do mundo em sua conta no Instagram. Com 36,8% de taxa de engajamento, o “Tricolor” é a referência entre os clubes de futebol do planeta em relação a forma que seu seguidor consome seu conteúdo.

Prova disso é a constatação que o Fluminense figura na frente de Galatasaray (2º colocado com 30%) e Al Nassr, de Cristiano Ronaldo (13º colocado com 18%). O Boca Juniors, por sua vez, ocupa uma discreta 111ª posição com taxa de 7,4% de engajamento figurando ao lado de Cagliari (ITA) e Glasgow Rangers (ESC).

As taxas de engajamento bem mais altas do Fluminense indicam a excelente qualidade do conteúdo produzido pela equipe digital brasileira, contudo, é preciso que seja considerado o fato de que a base de seguidores 4,95 vezes menor do que a do Boca Juniors torne um pouco menor complexo obter-se uma maior taxa de engajamento para a equipe digital do Fluminense.

“A manutenção de uma alta taxa de engajamento requer um esforço constante da equipe digital do clube em termos de produção de conteúdo relevante, criativo e de qualidade. Além disso, é fundamental entender as preferências e expectativas da audiência para adaptar-se a estratégia de mídia social de acordo. À medida que o número de seguidores aumenta, a diversidade de interesses e opiniões da audiência também se amplia, tornando ainda mais difícil manter um alto engajamento em todos os segmentos”, detalha Wagner Leitzke, Social Media Manager da Samba Digital.

Semelhança nos números gerais

O cenário comparativo entre as performances de Fluminense e Boca Juniors muda drasticamente ao analisarmos o total de interações somadas ao longo de 2023.

Mesmo levando em consideração que o Boca Juniors tem quase cinco vezes mais seguidores em seu perfil oficial no Instagram, o Fluminense quase iguala o número total de interações já que o engajamento do seu torcedor é o maior do planeta.

Juntos, os dois clubes somaram 332.236.833 milhões de interações em seus perfis oficiais no Instagram até o dia 24 de outubro, 10 dias antes da final da Copa Libertadores da América. E o Boca Juniors tem uma ligeira vantagem: 179,4M contra 152,8M do Fluminense até então.

Proporcionalmente, a divisão de interações ficaria assim:

Marcelo eleva marca Fluminense

Ao analisarmos as pouco mais de 4,8 mil postagens realizadas pelos dois clubes, o post que detém o maior número de interações, mesmo com uma base de seguidores menor, é do Fluminense. Tudo graças ao efeito surpresa e o peso do nome de Marcelo, multicampeão pelo Real Madrid (ESP) e que retornou ao Fluminense, clube que o revelou para o mundo do futebol, para encerrar sua vitoriosa carreira.

O peso de Marcelo fez com que o Fluminense obtivesse 2 milhões de interações em um único post.

Já o Boca Juniors obteve a 2ª maior marca do confronto entre os dois clubes. Contudo, o protagonista não tem nada a ver com o clube xeneize.

A homenagem a Lionel Messi, principal nome na conquista do tricampeonato mundial da Seleção Argentina, obteve 1,56 milhão de interações com a simples presença do jogador no estádio.

A primeira postagem do Boca Juniors que remete ao cotidiano do clube ficou na 5ª posição do Instagram com um design simples em que celebra a vaga na final desta edição da Copa Libertadores.

Ao todo, 932 mil interações.

Compartilhe