CBF cria unidade de integridade e nomeia Eduardo Gussem para cargo

Advogado e ex-Procurador Geral de Justiça do Rio de Janeiro vai desempenhar funções de proteção da integridade do futebol

novembro 24, 2023

O presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, nomeou o advogado Eduardo Gussem para ser o Oficial de Integridade da entidade. Ele foi procurador-geral de Justiça e presidente da Associação do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro.

O setor ganhou destaque após a Operação Penalidade Máxima, desencadeada pelo Ministério Público de Goiás no início do ano.

“O desenvolvimento de jogos de apostas desportivas, especialmente online, aumenta os riscos de manipulação de competições esportivas. Todos os países e todas as modalidades esportivas estão sujeitos à possibilidade de manipulação de competições desportivas. Este fenômeno é uma ameaça mundial para a integridade do esporte e exige uma resposta coletiva global. Uma luta eficaz contra a manipulação de competições desportivas exige cooperação nacional e internacional ágil, rápida, sustentável e eficaz, com diálogo e a cooperação entre autoridades públicas, organizações desportivas, organizadores de competições e operadores de apostas desportivas a nível nacional e internacional, que são essenciais na procura de respostas eficazes comuns aos desafios colocados pelo problema da manipulação de competições desportivas”, disse Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF.

O advogado destacou que buscará fazer com que o Brasil faça adesão à Convenção sobre a Manipulação de Competições Esportivas, aprovada pelo Conselho da Europa.

“A Unidade de Integridade na CBF é uma estrutura nova e pioneira. Nós temos como objetivo trazer rigidez, segurança para o futebol. Hoje tem vários questionamentos a questão das apostas e a manipulação de resultados. E nós vamos analisar criteriosamente isso tudo construindo soluções rápidas para o público, os torcedores e o mundo futebol. A Fifa já sinalizou que vai fazer desta Unidade de Integridade como piloto para o mundo inteiro”, destacou Eduardo Gussem.

Além de otimizar os recursos internos, Gussem agregará à Unidade de Integridade da CBF sua expertise em controle e investigação, coordenando uma equipe multidisciplinar, dedicada ao reforço de cada uma das funções de integridade e ao respeito à diversidade e a medidas inclusivas no futebol.

Ele vai trabalhar com as melhores referências do mundo, como, por exemplo, o Centro Internacional de Segurança do Esporte, a Aliança Global pela Integridade do Esporte e uma força tarefa de investigação privada para subsidiar as autoridades públicas na missão de identificar e punir os criminosos que atuam na manipulação de resultados esportivos.

Compartilhe: