Indústria

Com superávit de R$ 13,8 milhões, Palmeiras deve finalizar o ano no “verde”

No mês de setembro, o Verdão se encontrava com R$ 6,6 milhões de lucro

Com superávit de R$ 13,8 milhões, Palmeiras deve finalizar o ano no “verde”
Foto: divulgação

10 de novembro de 2023

2 minutos de Leitura

Ainda com esperança de título no Brasileirão, o Palmeiras apresenta previsão orçamentária com superávit de R$ 13,8 milhões em 2023. No mês de setembro, o clube se encontrava com R$ 6,6 milhões no azul.

De acordo com o clube, o Boca Juniors irá exercer sua opção de compra por Miguel Merentiel. Auxiliando na ampliação da margem de lucro, a negociação fará com que o alviverde supere a meta estabelecida para R$ 182 milhões em vendas de atletas no ano.

Até o mês de setembro, o clube somava R$ 169,6 milhões em transferências, e só nesta negociação levará perto de R$ 15 milhões. Ao todo, a quantia chegará a R$ 184,4 milhões.

Os principais acordos do Palmeiras no ano envolveram a ida de Danilo para o Nottingham Forest, por € 20 milhões, Giovani para o Al Sadd, do Catar, por € 9 milhões (R$ 47 milhões) e, recentemente, a transferência de Merentiel para o Boca por US$ 3 milhões (R$ 14,8 milhões).

Além destas, o clube paulista também faturou com negociações de menor valor, como a ida Kuscevic para o Coritiba por R$ 3 milhões, e o próprio empréstimo de Merentiel ao Boca, que pagou US$ 800 mil (R$ 3,9 milhões).

Previsão contábil da instituição, os R$ 182 milhões não refletem um fluxo de caixa real, já que se trata da negociação. Na maioria dos casos, o valor arrecadado é parcelado, um padrão comum no mercado do futebol.

Lucros gerados por Endrick

Somando todas as negociações está o montante fixo da venda de Endrick ao Real Madrid, mas só será lançado nos cálculos quando o atleta for para a Espanha.

O jovem atacante tem rendido bônus por metas, como em sua convocação para a Seleção Brasileira e nos gols convertidos pelo clube. Seus feitos geraram aos cofres do Verdão € 5 milhões (R$ 26 milhões) a mais neste ano.

Compartilhe